FAPESP e University of Southern California lançam nova chamada

Fonte Agência FAPESP 02/03/2013 às 15h

FAPESP e University of Southern California lançam nova chamada

 A FAPESP e a University of Southern California (USC) lançaram nova chamada de propostas para apoiar projetos de pesquisa que envolvam o intercâmbio de pesquisadores segundo o acordo de cooperação mantido pelas instituições.

A chamada está aberta a pesquisadores vinculados à USC e, pelo lado da FAPESP, a pesquisadores ligados a instituições de ensino superior e de pesquisa no estado de São Paulo que sejam pesquisadores principais de Auxílios à Pesquisa Regular ou Temático, do Programa Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes ou de Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid).

Esta é a segunda chamada de propostas envolvendo as duas instituições. Na chamada de 2012, foram aprovados quatro projetos – três da área de saúde e um da área de planejamento urbano.

“A chamada com a USC é importante para nós, primeiro, porque já é a segunda de um acordo, o que significa que estamos conseguindo desenvolver uma colaboração mais estruturada com os pesquisadores da USC”, afirmou Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP.

“Em segundo lugar, porque a USC é uma universidade muito destacada nos Estados Unidos. Entre as universidades privadas, é uma das maiores e mais bem qualificadas e tem inúmeras áreas de pesquisa que certamente poderão dialogar com gente daqui de São Paulo”, disse.

Situada em Los Angeles, a USC é composta por 18 escolas ou faculdades, tem aproximadamente 38 mil alunos (9 mil deles estrangeiros, provenientes de 115 países diferentes, entre eles 60 brasileiros) e um orçamento de US$ 3,4 bilhões (ano fiscal 2012-2013).

Uma delegação relativamente grande da USC esteve presente à cerimônia de lançamento da chamada de propostas na sede da FAPESP, em São Paulo, no dia 25 de fevereiro.

No grupo de cerca de 20 pessoas, estavam o reitor da universidade, Max Nikias, e diretores de quatro faculdades da USC: Elizabeth Daley (School of Cinematic Arts), James Ellis (Marshall School of Business), Jack H. Knott (Sol Price School of Public Policy) e Yannis C. Yortsos (Viterbi School of Engineering).

“Fiquei muito, muito impressionado com a FAPESP, em termos da organização da fundação, que tem muitas similaridades com a National Science Foundation nos Estados Unidos”, disse Nikias à Agência FAPESP após o lançamento. “Estamos muito animados com a parceria.”

Em sua apresentação, ao comentar sobre a importância da USC no campo das artes, Nikias disse que 82 ex-alunos da universidade já foram laureados pelo prêmio Oscar.

Prazo até maio

As atividades previstas nas propostas apresentadas deverão ter início durante o período do projeto principal apoiado pela FAPESP. A duração máxima de cada proposta deverá ser de 12 meses.

A chamada está aberta a propostas em todas as áreas do conhecimento. A data limite para submissão é 31 de maio de 2013.

FAPESP e University of Southern California destinarão, cada uma, US$ 10 mil por ano para apoiar as propostas selecionadas de modo a cobrir gastos relacionados com o projeto, inclusive despesas de viagem.

“Estamos com a expectativa de que nesta segunda chamada nós consigamos ter um portfólio mais equilibrado. Mas isso depende de os pesquisadores se interessarem”, disse Brito Cruz.

Escritório em São Paulo

Além de participar do lançamento da chamada da proposta com a FAPESP, a delegação da USC estabeleceu parcerias e visitaria outras instituições brasileiras em São Paulo e no Rio, como a Universidade de São Paulo (USP), a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a PUC-RJ.

A comitiva também aproveitou para conhecer o novo escritório da USC na capital paulista – o primeiro da universidade na América Latina –, que começará a funcionar oficialmente na Vila Olímpia a partir de 18 de março.

Segundo Brenda Maceo, vice-presidente para Relações Públicas e Marketing da USC, o escritório apoiará o recrutamento de alunos brasileiros que se destacam, promoverá a colaboração entre pesquisadores da USC e instituições brasileiras e servirá de base para os professores e diretores que desejarem expandir a projeção da universidade no país.

O escritório de São Paulo será o oitavo da USC em terras estrangeiras. As outras “embaixadas” da universidade, como gosta de dizer o reitor Nikias, estão em Pequim, Hong Kong, Cidade do México, Mumbai, Seul, Xangai e Taipei.

“O Brasil é uma prioridade estratégica para a universidade, dada a sua ascensão como potência econômica no mundo”, afirmou o reitor da USC. “O país é muito importante para a nossa universidade. E isso [as parcerias e o escritório] é só o começo”, disse o reitor Nikias.

A chamada está publicada em: www.fapesp.br/en/7506

Agência FAPESP
Fonte Agência FAPESP 02/03/2013 ás 15h

Compartilhe

FAPESP e University of Southern California lançam nova chamada