Exposição exibe imagens do céu em Minas Gerais

Fonte UFMG 16/08/2016 às h

Por servir de inspiração para narrativas e culturas diversas, representar ideias e conceitos religiosos e por se constituir em fonte de estudo para a ciência e fronteira para o desconhecido, o céu é compreendido como patrimônio natural e cultural. Essa é a ideia central da exposição O céu como patrimônio, que foi aberta no último sábado, 13, no Espaço do Conhecimento UFMG.

A exibição conta com imagens e fotografias do céu de várias localidades de Minas Gerais. Com o objetivo de também celebrar o Dia Nacional do Patrimônio Histórico, na próxima quarta-feira, 17, a exposição está estruturada em três partes: céu, patrimônio natural e patrimônio cultural. As imagens foram registradas durante as gravações de um documentário de mesmo nome, em formato fulldome, produzido especialmente para projeção no Planetário e que será lançado nos próximos meses.

O céu como patrimônio pode ser apreciada no terraço astronômico do Espaço do Conhecimento UFMG, onde ocorrem observações de corpos celestes via telescópio. Os visitantes poderão, também, acompanhar projeções do acervo de imagens e ouvir uma seleção especial de músicas com temática relacionada ao céu. A acessibilidade de deficientes visuais será facilitada por meio de legendas em braile.

Aos sábados
Durante o mês de agosto, o Espaço do Conhecimento UFMG tem novo horário de funcionamento noturno para o Terraço Astronômico. Assim, a exposição poderá ser visitada aos sábados, das 10h às 21h. Nos outros dias da semana, a mostra estará aberta das 10h às 17h.

ceu-patrimonio-Andre%3F-Mintz.jpg
Imagem captada em Milho Verde, distrito de Serro

(Com Assessoria de Comunicação do Espaço do Conhecimento UFMG)

UFMG
Fonte UFMG 16/08/2016 ás h

Compartilhe

Exposição exibe imagens do céu em Minas Gerais