Expo é chave para a retomada do país, diz Renzi

Fonte ANSA 13/08/2014 às 20h

Primeiro-ministro visitou o canteiro de obras da feira

13 Agosto, 18:23•ROMA•ZLR

(ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, afirmou nesta quarta-feira (13) que a Expo Milão 2015 será uma das chaves para a retomada da economia italiana, que entrou novamente em recessão técnica no segundo trimestre deste ano. A declaração foi dada durante uma visita do premier ao canteiro de obras da feira.

"Os operários estão construindo não apenas uma obra, não somente pavilhões, mas estão fazendo e restituindo o orgulho de um país que precisa disso tanto como necessita de pão. Nós conseguiremos, não deixaremos o futuro do país para os que apostam no fracasso", declarou o chefe de governo.

O primeiro-ministro ainda garantiu que 1º de maio de 2015, quando o presidente Giorgio Napolitano inaugurará a Exposição Universal, será um grande dia para a Itália.

"Sei que devo ser prudente, mas se fosse pessimista seguiria outra carreira", acrescentou. O evento será realizado até 31 de outubro do ano que vem, e a expectativa dos organizadores é receber 20 milhões de visitantes.

Até o momento, já foram vendidas cinco milhões de entradas para a Expo, mas Renzi quer que até o seu início esse número duplique. "Essa é uma demonstração que existe uma grandíssima fome de Itália, uma grandíssima vontade de um país que seja capaz de fornecer qualidade e beleza", ressaltou. O premier deve fazer uma nova visita ao canteiro da feira em 16 de outubro, quando será acompanhado por chefes de Estado de nações asiáticas e de países da União Europeia. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 13/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Expo é chave para a retomada do país, diz Renzi