Explosão fere quatro militares italianos no Afeganistão

Fonte Ansa Flash. 19/11/2009 às 0h
Quatro militares italianos ficaram feridos devido à explosão de uma bomba na cidade de Zerko, localizada a cerca de 20 quilômetros ao sul do distrito de Shindand, no Afeganistão.

O artefato foi detonado às 7h06 locais (00h36, no horário de Brasília) no momento em que os militares realizavam uma operação de reconhecimento. O carro em que estavam os italianos ficou totalmente danificado.

Os feridos foram levados de helicóptero ao hospital de Herat e, segundo informações dos responsáveis pelo contingente, não correm risco de morte.     Segundo informou o contingente italiano no país ocupado, os militares feridos são Luca Telesca, Francesco Catania, Vincenzo Crispo e Francesco Munafò, todos do 183º regimento da Brigada Folgore.

Até o momento não se sabe o motivo da explosão, mas as autoridades militares têm duas hipóteses -- a de que a bomba pode ter explodido com o peso do carro que transportava os soldados ou pode ter sido acionada à distância.

O presidente do Senado italiano, Renato Schifani, lamentou o acontecimento e enviou uma mensagem, em nome da Casa, em solidariedade "aos militares italianos em uma missão fundamental em defesa da paz e da democracia".

Em setembro, seis militares do país morreram em um atentado a carro-bomba no Afeganistão, reivindicado pelo grupo extremista Taliban. Com estas, são 21 as vítimas fatais da Itália desde 2004.

No último mês, o governo italiano autorizou o aumento de seus soldados no país, por meio de um decreto de refinanciamento das missões internacionais. Com a decisão, passam de 2.800 a 3.227 os italianos na Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf, na sigla em inglês), que trabalha pela estabilização do Afeganistão.

Também foram enviados 400 soldados para acompanhar as eleições presidenciais afegãs do último dia 20 de agosto. Eles ficariam no país até o fim do processo eleitoral, que seria encerrado com segundo turno no próximo sábado.

Contudo, com a reeleição antecipada de Hamid Karzai, retornarão dentro de quatro dias à Itália, segundo informou o ministro italiano da Defesa, Ignazio La Russa.
Ansa Flash.
Fonte Ansa Flash. 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Explosão fere quatro militares italianos no Afeganistão