Ex-governador do Lazio pede perdão a Bento XVI

Fonte Ansa Flash. 26/11/2009 às 10h

O ex-presidente da região do Lazio Piero Marrazzo, que renunciou ao cargo em outubro passado após envolvimento em um escândalo sexual com travestis, enviou uma carta ao papa Bento XVI para lhe pedir perdão, informou a imprensa local.

"Santidade, me perdoe por tudo aquilo que fiz", diz Marrazzo, que faz um mea culpa em um texto destinado a Bento XVI, e que teria chegado às mãos do secretário de Estado da Santa Sé, Tarcisio Bertone.

No Vaticano, "ele tinha uma relação muito boa com todos", disse hoje o vice-presidente da região do Lazio, Esterino Montino.

Montino, que é próximo ao ex-governante, também disse ter conversado ontem com ele. "Eu disse palavras de conforto para um amigo", relatou.

O político, membro do Partido Democrata (PD), deixou seu cargo após a divulgação de um vídeo no qual ele foi flagrado com travestis. O escândalo veio à tona no último mês com a prisão de policiais que tentavam extorqui-lo.

Marrazzo, que está em um retiro na Abadia de Monte Cassino, voltou às manchetes dos jornais na semana passada, quando o transexual brasileiro Brenda foi encontrado morto em um apartamento em Roma. Ele era um dos travestis envolvidos no caso.

Ansa Flash.
Fonte Ansa Flash. 26/11/2009 ás 10h

Compartilhe

Ex-governador do Lazio pede perdão a Bento XVI