Estudo utiliza plantas medicinais para o combate à cárie

Fonte Agência FAPEAM 16/04/2013 às 19h

Estudo utiliza plantas medicinais para o combate à cárie

Um estudo desenvolvido há 8 anos identificou os benefícios do uso de plantas medicinais no combate à cárie e resultou em produtos para uso odontológico como meio de minimizar os índices de dentes cariados na região amazônica. A pesquisa é intitulada ‘Estudo e desenvolvimento de fitoterápicos de uso odontológico com propriedade removedora de biofilme a partir de espécies vegetais amazônicas’ e foi desenvolvida pelo doutor em Biotecnologia, Renilto Frota, a partir da sua dissertação de mestrado.

Siga a FAPEAM no Twitter e acompanhe também no Facebook

O trabalho conta com o apoio do Governo do Estado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM). De acordo com Frota, três plantas se destacaram: o breu branco, a laranjinha e a tiririca que é conhecida como uma praga no campo. "Essas espécies são conhecidas e usadas em algumas regiões do Brasil pelo seu uso medicinal, mas nunca utilizadas em odontologia", disse.

Após a pesquisa das plantas medicinais, foi elaborada a primeira linha de produtos fitoterápicos para uso odontológico, além da obtenção da primeira patente internacional, garantindo o direito do Brasil, em relação à descoberta, em 142 países. O próximo passo da pesquisa vai ser a solicitação à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o teste com pessoas.

Ouça a reportagem completa, clique aqui.

 Rádio com Ciência

Agência FAPEAM
Fonte Agência FAPEAM 16/04/2013 ás 19h

Compartilhe

Estudo utiliza plantas medicinais para o combate à cárie