Estudo indica que DST atingem mais os homens negros no Brasil

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
O total de homens negros que relataram sinais ou sintomas de doenças sexualmente transmissíveis (DST) é de 19% enquanto o índice para homens brancos é de 13,8%.

A informação consta da Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas da População Brasileira de 15 a 64 anos , divulgada hoje (18) pelo Ministério da Saúde. O levantamento informa que pacientes com indícios de DST  “nem sempre recebem orientações adequadas”.

Apenas 30% dos homens e 31,7% das mulheres que procuraram atendimento foram orientados a fazer o teste de HIV. A recomendação para o exame de sífilis foi ainda menor: 24,3% para eles e 22,5% para elas.

Outro dado da pesquisa revela que 40% dos homens e mulheres que recorreram aos consultórios não foram informados sobre a necessidade do uso de preservativo e de comunicar a doença aos parceiros.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Estudo indica que DST atingem mais os homens negros no Brasil