Estudo identifica agente causador de micose em couro cabeludo de crianças

Fonte Agência FAPEAM 11/05/2013 às 10h

Estudo identifica agente causador de micose em couro cabeludo de crianças

Cabelos quebradiços, coceira ininterrupta no couro cabeludo e irritabilidade são alguns dos sintomas da infecção fúngica grave causada pela Tinea capitis, que acomete crianças.

Siga a FAPEAM no Twitter e acompanhe também no Facebook

Em busca de um método de combate aos fungos, a estudante de Farmárcia do Centro Universitário do Norte (Uninorte), Ana Paula Garcez da Silva, desenvolveu projeto de pesquisa para avaliar a ocorrência da infecção em crianças atendidas na Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), em Manaus.

A pesquisa intitulada ‘Tinea capitis em crianças atendidas na FMT-HDV’ foi realizada de 2011 a 2012, com 21 pacientes da Fundação. De acordo com a estudante, os pais autorizaram o estudo. "Nosso objetivo era identificar o agente etiológico mais frequente e verificar a prevalência desta micose segundo variáveis demográficas", esclareceu Garcez.

O estudo contou com aporte financeiro do Governo do Estado via Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM) por meio do Programa de Apoio à Iniciação Científica (Paic).

Garcez explicou que muitos pesquisadores classificam a Tinea capitis como um problema sanitário, uma vez que a doença é contagiosa tanto por contato direto como indireto. No entanto, a falta de conhecimentos das espécies fúngicas dificulta a aplicação de medidas sanitárias para combater a proliferação.

"A identificação dos agentes etiológicos é essencial para o controle da transmissão da Tinea capitis, bem como de medidas terapêuticas de combate à infecção", salientou a pesquisadora.
Identificação.

A pesquisadora informou que os 21 pacientes que participaram do estudo foram submetidos a exame micológico que consistiu na retirada de escamas epidermicas do couro cabeludo e pelos.

Segundo a pesquisadora, o material coletado foi dividido em duas partes. Na primeira parte foram feitos exames de microscopia direta e o restante foi colocado em meios de cultivo para isolamento do agente fúngico e aplicação de técnicas de identificação.

"Dos 21 pacientes, sete estavam infectados com três tipos de espécies fúngicas: Microsporum canis, Trichophyton tonsurans e Microsporum gypseum. Os resultados demonstraram uma predominância do Trichophyton tonsurans como principal agente causador da Tinea capitis. Esses resultados nos indicaram que os índices do Estado estão de acordo com os estudos realizados em outras localidades e foi determinante para passarmos a pesquisar sobre o Trichophyton tonsurans para identificar os pontos fracos do agente", explicou a pesquisadora.

Clique aqui e conheça a pesquisadora Ana Paula Garcez da Silva.

Tinea capitis

Também chamada de micose do couro cabeludo, a Tinea capitis é um dermatofitose comum em crianças entre dois e dez anos que atinge o couro cabeludo e os cabelos, provocando descamação.

O exame dos fios de cabelo sob microscópio mostra a presença de esporos fora da haste. A realização de cultura para pesquisa do agente etiológico é recomendada tanto para definição do tratamento quanto para acompanhamento e critério de cura.

Clique e saiba mais sobre a Tinea capitis.

Sobre o Paic

O programa apoia, com recursos financeiros e bolsas institucionais, estudantes de graduação interessados no desenvolvimento de pesquisa em instituições públicas e privadas do Amazonas.

 

Agência FAPEAM
Fonte Agência FAPEAM 11/05/2013 ás 10h

Compartilhe

Estudo identifica agente causador de micose em couro cabeludo de crianças