Estudo aponta que Unifesp está entre as cinco mais produtivas em artigos de revisões

Fonte Unifesp 03/05/2013 às 9h
Tese mostra que o desempenho da ciência brasileira está diretamente relacionado a um Programa de Pós-Graduação bem estruturado
Um estudo da Universidade Federal de São Paulo mapeou as publicações internacionais e nacionais do Institute for Scientific Information (ISI), companhia publicadora de bases de dados, dos últimos 30 anos e mostrou que em 1981 o Brasil publicou 1.911 artigos e 13 revisões. Já em 2009, esses números saltaram para 30.135 artigos eletrônicos e 1.329 revisões. Este crescimento levou o país, em 2009, para o 13 º lugar entre os países com o maior número de artigos científicos publicados e 15º lugar na produção de revisões.

A tese, realizada pela Drª. Elenara Almeida, orientada pelo Profº. Jorge Almeida Guimarães (Presidente da CAPES) e que foi publicada na Scientometrics 2013, também mostra que o desempenho da ciência brasileira está diretamente relacionada a um Programa de Pós-Graduação Nacional bem estruturado, fundado em meados de 1960. Na última década, este programa tem crescido 10% ao ano, tanto em termos de novos cursos, quanto no número de Mestrados e Doutorados.

Vale ressaltar que a publicação de artigos de revisão cresceu cinco vezes mais que os artigos científicos originais, indicando uma tendência significativa de aumento da maturidade e qualidade da ciência brasileira. Outra questão é que 95% dos artigos de revisão brasileiros foram produzidos por 20 Universidades. Com exceção de uma, todas as instituições são públicas, sendo que 13 são federais. A Unifesp está entre as cinco mais produtivas em revisões (sistemáticas ou narrativas).

Oito docentes da Unifesp estão entre os que mais publicaram, entre todas as ciências, do Brasil, apesar do pequeno período da Unifesp como Universidade Plena:

Sérgio Tufik - 1º lugar - Psicobiologia

Álvaro Nagib Atallah – 2º lugar - Medicina Baseada em Evidências

Andersen ML - 7º lugar - Neurologia Experimental

Humberto Saconato – 19º lugar - Medicina Baseada em Evidências

Bernardo Garcia de Oliveira Soares – 20º lugar - Medicina Baseada em Evidências

Esper Carvalheiro – 22º lugar - Neurologia

Scorza FA – 27º lugar - Neurologia Experimental

Arida RM – 29º - Neurologia Experimental
Unifesp
Fonte Unifesp 03/05/2013 ás 9h

Compartilhe

Estudo aponta que Unifesp está entre as cinco mais produtivas em artigos de revisões