Estímulo à prática esportiva é realidade em escolas da Região Norte

Fonte Portal do Professor 07/08/2014 às 10h
Aulas de judô estão entre os principais atrativos do projeto esportivo desenvolvido na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Anísio Teixeira, em Ariquemes (RO). A escola oferece aulas de futsal, handebol, voleibol, xadrez e caratê aos 1.470 alunos matriculados em turmas da educação básica regular e da educação de jovens e adultos.

“Vários estudos comprovam que crianças e adolescentes praticantes de esportes e fisicamente ativos têm a capacidade de aprender sensivelmente melhorada. Isso por si só já justifica o esporte na escola”, afirma Lucas Henrique da Silva, professor de judô desde o ano 2000.

Ele é voluntário do projeto Judô Anísio desde 2011. Lucas revela, no entanto, a existência de outros fatores influenciados pelo esporte no ambiente escolar, que incluem a melhoria nas relações sociais entre os alunos, o controle da agressividade e a percepção da autoimagem, além de aspectos relacionados à saúde.

De acordo com Lucas, embora o judô seja uma modalidade individual, é possível verificar o espírito de grupo que se cria entre os alunos quando passam a integrar equipes em viagens para participar de competições. “Alunos, antes meros desconhecidos, mesmo treinando ou estudando juntos diariamente, passam a relacionar-se de forma mais próxima e fraterna e criam vínculos de amizade mais sólidos”, relata.

Atleta com participação em inúmeras competições locais, estaduais e nacionais, várias vezes premiado, com licenciatura em educação física, Lucas entende que a prática do esporte está intimamente ligada às competições.

“A competitividade, quando estimulada na medida certa, sem excessos e na idade correta, é importante ferramenta de educação emocional, que visa a desenvolver no indivíduo a capacidade de controle emocional e dos níveis de ansiedade, coragem, cautela, ponderação e reflexão”, avalia.

Na visão de Selma Cristina Dionísia, que dirige a escola há dez anos, a prática esportiva como instrumento educacional visa ao desenvolvimento integral dos alunos. “Implantamos o esporte na escola para atrair o estudante na busca da aprendizagem e para que realmente possamos desenvolver o aluno plenamente”, diz.

Prática esportiva em Roraima

Praticante apaixonado de voleibol desde a realização das Olimpíadas de Barcelona, em 1992, quando tinha apenas 11 anos, o professor de educação física Izerbledison Franco de Souza é um entusiasta defensor da prática de esportes pelos estudantes. “Estimular o esporte é importante porque ele proporciona algo prazeroso e saudável dentro do âmbito escolar”, justifica. Ele desenvolve em suas aulas as modalidades de voleibol de quadra e de praia.

Professor na Escola Estadual Ana Libória, em Boa Vista, Roraima, Souza revela que as aulas de educação física, torneios e jogos internos são atividades cotidianas na instituição. “Nossa escola proporciona e estimula a participação dos alunos em diferentes modalidades”, diz. Segundo ele, além de proporcionar benefícios à saúde e melhoria na qualidade de vida, a prática desportiva contribui para despertar o prazer dos alunos em representar suas turmas ou escolas em competições.

Em julho de 2013, os alunos participaram da primeira edição do Encontro Internacional de Voleibol, na cidade de Upata, Venezuela, e conquistaram o primeiro lugar. A oportunidade surgiu graças ao professor Lázaro Vieira, amigo de Souza. Juntos, eles viabilizaram a realização da competição. “Foi uma ideia ousada e inovadora”, analisa Souza. “Imagine participar de uma competição em outro país, pela primeira vez, com a cara e a coragem e ainda com alunos menores de idade!”

“A repercussão, para a escola, foi extremamente positiva”, ressalta a diretora, que está no magistério há 25 anos. Ela reconhece que tais eventos proporcionam ganho cultural para os alunos e colaboram para a formação de novos círculos de amizade, que serão concretizados ao longo da vida dos estudantes.
Portal do Professor
Fonte Portal do Professor 07/08/2014 ás 10h

Compartilhe

Estímulo à prática esportiva é realidade em escolas da Região Norte