Estados Unidos só apoiam intervenção na Síria se houver autorização da ONU

Fonte Agência Brasil 01/06/2012 às 9h
01Brasília – O governo dos Estados Unidos só apoiará uma intervenção militar na Síria se houver autorização da Organização das Nações Unidas (ONU). A indicação foi dada pelo secretário da Defesa norte-americano, Leon Panetta. Ele ressaltou, porém, que a situação no país está "intolerável".

Panetta disse, porém, que não vê os Estados Unidos integrarem uma ação militar na região sem uma resolução do Conselho de Segurança da ONU. A iniciativa de uma ação militar conta com a rejeição da Rússia. Até a China, um dos principais parceiros da Síria, indicou que pode rever sua posição.

A situação na Síria se agravou depois do massacre de 108 pessoas, incluindo crianças, em Houla, no Centro do país. Em protesto à ação do governo do presidente sírio, Bashar Al Assad, europeus, norte-americanos, japoneses, australianos e turcos determinaram a expulsão de diplomatas sírios de seu país.

Para a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Susan Rice, os esforços diplomáticos não têm sido suficientes para conter a onda de violência na Síria nem para afastar Assad do poder. Há cerca de 15 meses, o país vive sob intensos conflitos. Mais de 10 mil pessoas foram assassinadas, de acordo com organizações não governamentais.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 01/06/2012 ás 9h

Compartilhe

Estados Unidos só apoiam intervenção na Síria se houver autorização da ONU