Escritório de Curitiba vence Concurso Estação Antártica

Fonte Ascom do IAB 16/04/2013 às 14h

Escritório de Curitiba vence Concurso Estação Antártica

O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e a Marinha do Brasil divulgaram o resultado do Concurso Estação Antártica Comandante Ferraz, que selecionou projetos de arquitetura para as novas instalações da base brasileira.

 

O projeto vencedor foi o dos profissionais do Estúdio 41, de Curitiba, coordenado pelo arquiteto Fábio Henrique Faria e tendo como coautores Emerson Jose Vidigal, Eron Costin e João Gabriel de Moura Rosa Cordeiro. Além da contratação do projeto, eles ganharam um prêmio de R$ 100 mil.

O segundo e terceiro colocados também foram agraciados com prêmios, respectivamente, o trabalho coordenado pelo arquiteto Luiz Adriano Trindade de Almeida (SP), que representa a Tryptique Arquitetura, ao lado dos coautores Grégory Bousquet, Anna Carolina Bueno Cardoso, Olivier Rafaelli e Guillaume Sibaud; e o projeto liderado por Igor Soares Campos (BSB), que teve como coautores Hermes Romão Campos Júnior, Gustavo Abrahão Costa, Larissa Olivier Sudbrack, Danilo Gomes e Fontes e Matheus Ribeiro Assunção Vieira Mendes, do Estúdio MRGB.

O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira (16), em cerimônia realizada na Casa do Arquiteto Oscar Niemeyer, na sede do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), no Rio de Janeiro. Participaram do evento o vice-almirante e diretor de obras civis da Marinha, Liseo Zampronio; o contra-almirante Marcos Silva Rodrigues, secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar; o Capitão-de-Mar-e-Guerra (RM1) Geraldo Juaçaba; o presidente do IAB, Sérgio Magalhães; a pesquisadora Yocie Yoneshigue, coordenadora do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Antártica de Pesquisas Ambientais; e o arquiteto e coordenador do Concurso Estação Antártica, Luis Fernando Janot.

O concurso, promovido pela Marinha do Brasil, com organização do IAB, foi lançado em 22 de janeiro e recebeu 109 equipes inscritas, coordenadas por arquitetos, com 74 trabalhos entregues.

A base

A previsão é que o processo licitatório para a execução do projeto termine no fim deste ano. O lançamento da pedra fundamental da estação está previsto para o próximo verão antártico (novembro a março). A Marinha trabalha para iniciar a operação da nova estação até março de 2015.

Com uma área total em torno de 3,2 mil metros quadrados, a estação será reconstruída no mesmo local onde estava a anterior. Os investimentos são da ordem de R$ 72 milhões.

A capacidade estimada é de 64 pessoas durante o verão e de 34 no inverno. A estação abrigará uma população formada por militares da Marinha e pesquisadores.

Os civis, de maneira geral, permanecem em pesquisas por períodos de 30 dias, durante o verão antártico. Já os militares ficam na estação durante um ano para apoiar o desenvolvimento das atividades de pesquisa, prover a manutenção das instalações e manter, permanentemente, a presença brasileira no continente. Eventualmente, a estação também recebe visitantes brasileiros e estrangeiros.

 

 

 

Ascom do IAB
Fonte Ascom do IAB 16/04/2013 ás 14h

Compartilhe

Escritório de Curitiba vence Concurso Estação Antártica