Equilíbrio dos recursos hídricos

Fonte Ascom - MMA 25/04/2013 às 8h

Secretário Ney Maranhão defende, no Encontro dos Municípios, necessidade de balancear disponibilidade de água e demandas urbanas
“As mudanças climáticas globais devem reduzir a disponibilidade hídrica. Mais do que nunca, precisamos discutir a questão dos recursos hídricos e suas demandas”, afirmou o secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, Ney Maranhão, ao participar do II Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável, realizado em Brasília.

O secretário defendeu a busca pelo equilíbrio entre disponibilidade hídrica e demandas ao fazer uma exposição sobre a “Infraestrutura Urbana na Gestão das Águas” no encontro em Brasília. Ney Maranhão explicou que praticamente todas as grandes cidades brasileiras já dependem de fonte externa de recursos hídricos para atender à demanda crescente da população.

“Vivemos situações distintas no nosso país. O modelo de desenvolvimento avançou muito no uso da água, sem cuidar da sua disponibilidade. Quantidade e qualidade são características indissociáveis,” destacou. O secretário lembrou ainda que outros fatores como o desmatamento, a impermeabilização das cidades (o asfaltamento) e o lançamento indiscriminado de resíduos sólidos também contribuíram para o agravamento da situação.

O diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), Diógenes Mortari, outro expositor do debate, aproveitou para lembrar a candidatura do Brasil à realização do 8º Fórum Mundial de Água, em 2018. Se o país for escolhido, ele sugere que o evento seja realizado em Brasília. “Seria o primeiro realizado no Hemisfério Sul e estamos otimistas. Teremos a experiência de realização de outros três grandes eventos, como a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e a de cidade-apoio para os Jogos Olímpicos”, afirmou.

Mortari divulgou dados do encontro realizado no ano passado em Marselha, na França, que atraiu 35 mil visitantes. Segundo ele, o Fórum de Marselha reuniu 173 países e contou com a participação de mais de 20 mil pessoas em sessões técnicas, regionais e políticas. No evento foi lançado o tema do fórum de 2018 – Compartilhando Águas – no qual o Brasil já está trabalhando para sua candidatura.

Ascom - MMA
Fonte Ascom - MMA 25/04/2013 ás 8h

Compartilhe

Equilíbrio dos recursos hídricos