Enchentes e alagamentos aumentam transmissão de doenças como a leptospirose e hepatite A

Fonte Imagem Corporativa 27/02/2013 às 10h

O transbordamento de esgotos e o lixo que se espalha junto com a água trazem vírus e bactérias perigosos à saúde humana

As tempestades comuns nos dias de verão trazem problemas que vão muito além do trânsito caótico e da dificuldade de locomoção nas grandes cidades. Elas são responsáveis, também, por facilitar a transmissão de graves doenças, que podem até levar a morte.

Entre elas, está a leptospirose, transmitida pela urina de ratos. “Ao entrar em contato com a pele durante as inundações por meio da água, a bactéria penetra no organismo, causando febre, náuseas, dores de cabeça e nos músculos, principalmente na panturrilha. Quando não diagnosticada com antecedência, a leptospirose pode ser fatal”, afirma a Dra. Maria Lavinea Figueiredo, infectologista do laboratório Exame.

Isto ocorre por causa do transbordamento de esgotos e do lixo, que se espalha junto com a água, ambientes onde os ratos costumam se proliferar. “Os sinais da doença podem aparecer no dia seguinte, após o contato com a água da chuva, ou até depois de um mês”, revela a médica. Na ausência de tratamento de urgência, há riscos de insuficiência renal, com sangramento nos pulmões. “Por isso, a doença pode matar”.


Assim como a leptospirose, outras doenças podem se manifestar após o contato com água contaminada durante as enchentes. São elas a Hepatite A, diarreia e Febre Tifoide, causada por uma bactéria encontrada nas fezes de animais.

Confira as dicas para se proteger durante as inundações:

· Evite ao máximo o contato com a água e a lama decorrente das chuvas;

· Impeça que crianças nadem ou brinquem nesses locais, que podem estar contaminados com a urina de roedores;

· Após as águas baixarem, retire a lama e desinfete o local. Deve-se lavar pisos, paredes e bancadas, desinfetando com água sanitária. Use duas xícaras de chá (400ml) do produto em um balde de 20 litros de água, e deixe agir por 15 minutos. Só depois disso, faça a limpeza;

· Pessoas que trabalham na limpeza de lama, entulho e esgoto devem usar botas e luvas de borracha para evitar o contato da pele com a água e lama. Se isto não for possível, utilize plásticos duplos amarrados nas mãos e nos pés.

Para evitar a presença de roedores:

· Mantenha os alimentos guardados em recipientes bem fechados, resistentes e distantes do chão;

· Mantenha a cozinha limpa e sem restos de alimentos;

· Retire as sobras de alimento ou ração dos animais domésticos antes de anoitecer;

· Evite o acúmulo de entulhos e objetos sem uso no quintal e dentro da cozinha;

· Deixe os terrenos baldios e margens dos rios limpos e capinados;

· Armazene o lixo em sacos plásticos bem fechados e em locais altos até a coleta ocorrer.


“Evite pisar em poças d´água, principalmente em águas de inundações. Mas caso seja inevitável, fique atento aos primeiros sintomas e procure um médico”, adverte a Dra. Maria Lavinea.

Sobre o Exame Laboratório e Imagem

O Exame nasceu há 38 anos em Brasília e atualmente possui mais de 300 colaboradores e 33 unidades de atendimento no Distrito Federal e Entorno. Considerado pioneiro no segmento de exames por análises clínicas, o laboratório disponibiliza a seus clientes serviços e soluções inovadoras, oferecendo qualidade, confiança, credibilidade, conveniência e tecnologia de ponta, comprovada pelo Programa de Acreditação de Laboratórios Clínicos (PALC), o ISO 9001 e a Proficiência em Ensaios Laboratoriais (PELM). Além disso, por meio do programa Exame Melhor Idade, o laboratório oferece aos idosos medicina diagnóstica com qualidade e preços diferenciados. Pensando nas crianças, o Exame possui um espaço preparado especialmente para atendê-las. A marca conta, ainda, com o serviço de vacinas e uma unidade 24 horas, localizada na 716 Sul, que disponibiliza mais de três mil exames de análises clínicas e anatomia patológica. Para mais informações acesse o site www.laboratorioexame.com.br ou entre em contato com o Atendimento ao Cliente no (61) 4004-3883.

Imagem Corporativa
Fonte Imagem Corporativa 27/02/2013 ás 10h

Compartilhe

Enchentes e alagamentos aumentam transmissão de doenças como a leptospirose e hepatite A