Empresas aéreas firmam acordo com Corregedoria de Justiça para Copa das Confederações

Fonte Agência Brasil 07/05/2013 às 21h

 

Brasília – Empresas áreas manterão funcionários nos aeroportos por um período de até duas horas após o último voo do dia, atendendo a eventuais demandas dos Juizados dos Aeroportos, durante a Copa das Confederações. O compromisso foi firmado hoje (7) em reunião de representantes dos departamentos jurídicos de companhias aéreas e da Infraero com a Corregedoria Nacional de Justiça.

De acordo com a corregedoria, os representantes das companhias aéreas também reafirmaram o compromisso de investir na capacitação dos funcionários que irão representá-las nos juizados especiais dos aeroportos, os chamados prepostos. Dos aeroportos das cidades-sede da Copa das Confederações, apenas os de Brasília, Belo Horizonte e do Rio de Janeiro tem, no momento, juizados especiais. A expectativa é que o serviço seja instalado nos demais aeroportos até a primeira semana de junho.

A estratégia da Corregedoria Nacional de Justiça é criar condições para que os conflitos entre clientes e prestadores de serviço sejam solucionados de forma rápida e pacífica e, sempre que possível, pelo acordo.

A Infraero informou que em momentos de alta demanda de passageiros, reforça o atendimento e a distribuição do Guia do Passageiro , com explicações sobre a resolução da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que dispõe sobre direitos e deveres do viajante.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 07/05/2013 ás 21h

Compartilhe

Empresas aéreas firmam acordo com Corregedoria de Justiça para Copa das Confederações