Embrapa desenvolve cereais resistentes à seca e a pragas com recursos de royalties

Fonte Agência Brasil. 19/11/2009 às 0h
O desenvolvimento de cereais adaptados à seca, como alternativa sustentável para reduzir os impactos das mudanças climáticas globais, é um dos oito projetos que serão desenvolvidos pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) contemplados com a maior parte dos R$ 8,3 milhões repassados hoje (4) à entidade pela empresa Monsanto. Os recursos são oriundos de parte dos direitos de propriedade intelectual, cobrados a título de royalties, sobre a venda de sementes de soja produzidas pela Embrapa com tecnologia Roundup Ready - a soja transgênica - na safra passada.

Além do projeto para o desenvolvimento de cereais tolerantes às limitações hídricas, que receberá R$ 3,3 milhões, os demais visam a controlar pragas que afetam importantes culturas como o algodão, o mamão, o milho, a batata e a soja, além da produção de proteínas de interesse da medicina e da agricultura em algumas plantas. Outra parte dos recursos serão aplicados no gerenciamento das trabalhos.

O convênio entre Embrapa e Monsanto para desenvolvimento dessa variedade de soja teve início em 2000, mas as sementes só foram colocadas no mercado em 2005. De lá pra cá, com os recursos repassados hoje, o fundo de pesquisa mantido por ambas já recebeu cerca de R$ 20 milhões, aplicados nos projetos selecionados por um comitê paritário com dois representantes de cada empresa. De acordo com o chefe do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, Carlos Lazarini, os primeiros projetos patrocinados pelo fundo serão concluídos a partir do primeiro semestre de 2010.

O vice-presidente de Negócios da área Internacional da Monsanto, Jesus Madrazo, afirmou, durante a cerimônia de entrega do cheque de R$ 8,3 milhões, que “as inovações que estão sendo desenvolvidas na Embrapa ajudarão no avanço da agricultura em várias partes do mundo”, contribuindo para que os produtores tenham mais renda, uma das grandes dificuldades enfrentadas, atualmente, pela maioria deles.
Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Embrapa desenvolve cereais resistentes à seca e a pragas com recursos de royalties