Embaixador de Israel presta solidariedade à Itália por morte de militares

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
O embaixador de Israel em Roma, Gideon Meir, enviou seus pêsames ao governo italiano pelas mortes de seis militares ocorridas hoje no Afeganistão, em um atentado com um carro-bomba.

"Como a Itália ficou ao nosso lado na batalha pela liberdade e pela paz, agora estamos com a Itália neste momento difícil", afirmou o diplomata.

Ele disse haver ficado "profundamente tocado e chocado ante o ataque terrorista contra a unidade militar italiana".

Ele ressaltou a importância de que "nações democráticas, como a Itália e Israel", unam-se contra o inimigo comum. "Seremos nós a vencer, mesmo que o preço a ser pago às vezes seja realmente muito doloroso", acrescentou.

"Nossos corações estão próximos às famílias dos militares italianos mortos, e enviamos as nossas sinceras condolências às famílias e ao governo italiano. Desejamos também aos militares feridos uma rápida e completa recuperação", enfatizou Meir.

O atentado de hoje, que matou ao menos 21 pessoas e feriu outras 60, teve a autoria reivindicada pela milícia Taliban. De acordo com a TV árabe Al-Jazira, a ação teve como objetivo "demonstrar que ninguém pode se considerar seguro no Afeganistão". Os militares italianos pertenciam ao 186º Regimento de Paraquedistas.

O embaixador israelense também disse que o terrorismo no Oriente Médio e em outras regiões do mundo constitui "uma ameaça real, que deve ser combatida incessantemente".

Segundo o ministro da Defesa da Itália, Ignazio La Russa, o carro-bomba usado no ataque levava pelo menos 150 quilos de explosivos.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Embaixador de Israel presta solidariedade à Itália por morte de militares