Em prova histórica, Hinchcliffe vence na última curva

Fonte XYZ Live Press 05/05/2013 às 21h

Canadense vence pela segunda vez em 2013 após uma disputa ferrenha com Sato que durou até a bandeirada; Kanaan lidera, mas enfrenta pane seca e chora, enquanto Castroneves tem prova atribulada e Bia abandona

Na edição mais disputada da história da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, James Hinchcliffe conquistou uma vitória épica nos metros finais. O canadense da equipe Andretti ultrapassou o então líder, Takuma Sato, na última curva - o hairpin no fim da Marginal Tietê, obtendo seu segundo êxito nesta temporada.

Sato parecia caminhar para uma vitória tranquila na parte final da prova, quando passou a apresentar um rendimento inferior, o que permitiu uma aproximação em massa: na abertura da volta final, os cinco primeiros colocados estavam a menos de dois segundos de Takuma, fazendo o público acompanhar o último giro na ponta dos pés.

O japonês até que conseguiu sustentar a liderança até a Marginal Tietê, mas o carro da Foyt não resistiu à velocidade de Hinchcliffe, que alinhou por fora e tomou a linha de dentro no contorno da Curva da Vitória, após Sato exagerar na freada e perder a tomada. Apenas 0s3463 separaram os dois primeiros.

Hinchcliffe, por sua vez, voou baixo nas voltas finais, pulando de terceiro para primeiro em um espaço inferior a três voltas. "Não existe nada mais legal que ganhar uma corrida na última curva da última volta", celebrou o irreverente canadense, um dos pilotos mais populares do grid, que conquistou sua segunda vitória na carreira - a anterior havia sido na prova de abertura do campeonato, em St. Petersburg.
A última curva também definiu a terceira posição a favor de Marco Andretti, da Andretti, com Oriol Servia, da Panther-DRR, em quarto e Josef Newgarden, da SFH, que disputava a vitória com Sato, recebeu a bandeirada em quinto. O melhor sul-americano na corrida acabou sendo Ernesto Viso, também da Andretti, o sétimo.

Com o resultado da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, Sato ultrapassa Castroneves e se torna o primeiro japonês na história a liderar a tabela do campeonato da Indy.

Marcas históricas, resultados abaixo do esperado: O domingo, 5 de maio, parecia ser o dia de Tony Kanaan. E tinha tudo para ser: ele largava da quarta posição, a melhor de um brasileiro na história da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé. Essa expectativa aumentou ainda mais quando o campeão de 2004 da Fórmula Indy assumiu a liderança por oito voltas antes do primeiro pit stop. Contudo, todo o esforço foi por água abaixo graças a uma pane seca. O que era para ser uma festa terminou em lágrimas dentro do cockpit e na garagem da equipe KV.

A pane se deu quando Tony ocupava a segunda posição e disputava diretamente a vitória na 55ª volta. Com duas voltas de atraso, o baiano foi rebocado aos boxes e retornou à prova apenas para cumprir tarefa e somar o mínimo de pontos em 22º. Antes de TK, os outros dois representantes do país também enfrentaram dificuldades.

Bia Figueiredo foi a primeira, com um problema no alternador do carro da Dale Coyne que provocou seu abandono. Helio Castroneves, por sua vez, teve uma das corridas mais atribuladas de sua carreira, rodando em uma das relargadas, se envolvendo em um acidente com múltiplos carros e, para completar, tendo um pneu furado. Mesmo assim, o piloto da Penske foi perseverante e salvou alguns pontinhos em 13°.
Mas quem pensou que o azar estava ao lado dos brasileiros se enganou. A 37ª volta da corrida no Anhembi entrou para a história ao ver Will Power, o tricampeão da Itaipava São Paulo Indy 300, ter o motor estourado e, pela primeira vez, passar longe do alto do pódio no Anhembi. Para piorar, Power amplia a sequência de provas sem vitória - este jejum alcançou a marca de 15 corridas neste domingo.

Depois da festa no Anhembi, todas as atenções da Fórmula Indy se voltam para as 500 Milhas de Indianápolis, prova mais importante do calendário, que tomam todo o mês de maio. A corrida acontece em 26 de maio.
Resultado final da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé 2013:

1. James Hinchcliffe (CAN/Andretti-Chevrolet), 75 voltas
2. Takuma Sato (JAP/A. J. Foyt-Honda), a 0s3463
3. Marco Andretti (EUA/Andretti-Chevrolet), a 1s1376
4. Oriol Servià (ESP/Panther DRR-Chevrolet), a 1s1745
5. Josef Newgarden (EUA/Fisher Hartman-Honda), a 1s6516
6. Ernesto Viso (VEN/Andretti-Chevrolet), a 2s8119
7. Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi-Honda), a 3s5961
8. Simona de Silvestro (SUI/KV-Chevrolet), a 4s2772
9. Simon Pagenaud (FRA/Schmidt Peterson-Honda), a 7s6331
10. Charlie Kimball (EUA/Chip Ganassi-Honda), a 9s0265
11. Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Chevrolet), a 9s5135
12. Alex Tagliani (CAN/BHA-Honda), a 10s4393
13. Helio Castroneves (BRA/Penske-Chevrolet), a 11s1234
14. Sébastien Bourdais (FRA/Dragon-Chevrolet), a 13s6406
15. J. R. Hildebrand (EUA/Panther-Chevrolet), a 13s7377
16. Tristan Vautier (FRA/Schmidt Peterson-Honda), a 14s3517
17. James Jakes (ING/Rahal Letterman-Honda), a 19s8585
18. Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi-Honda), a 29s4261
19. Sebastian Saavedra (COL/Dragon-Chevrolet), a 54s7223
20. Justin Wilson (ING/Dale Coyne-Honda), a 2 voltas
21. Tony Kanaan (BRA/KV-Chevrolet), a 3 voltas
22. Graham Rahal (EUA/Rahal Letterman-Honda), a 4 voltas
23. Ed Carpenter (EUA/Carpenter-Chevrolet), a 4 voltas

Não completaram
Will Power (AUS/Penske-Chevrolet), 18 voltas/motor
Bia Figueiredo (BRA/Dale Coyne-Honda), 6 voltas/alternador

XYZ Live Press
Fonte XYZ Live Press 05/05/2013 ás 21h

Compartilhe

Em prova histórica, Hinchcliffe vence na última curva