Em nota, Brasil condena atentados na Colômbia e presta solidariedade ao governo e ao povo

Fonte Agência Brasil 16/05/2012 às 20h
O governo do Brasil condenou hoje (16) os atentados ocorridos ontem (15), em Bogotá, nos quais duas pessoas morreram e pelo menos 30 ficaram feridas. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) repudia os atos classificados como terroristas e informa que apoia o governo do presidente colombiano, Juan Manuel Santos, assim como presta solidariedade à população do país.

“Ao expressar sua solidariedade às famílias das vítimas, bem como ao governo e ao povo colombianos, o governo brasileiro reitera sua mais enérgica condenação a todo e qualquer ato de terrorismo”, diz o comunicado.

A nota lamenta ainda as mortes, os feridos e a ameaça direta ao ex-ministro do Interior e da Justiça da Colômbia Fernando Londoño. O carro blindado, no qual estava o ex-ministro, foi atingido matando o motorista e o segurança. Londoño escapou, mas continua internado em um hospital de Bogotá. Também ontem um carro-bomba foi desativado no centro da capital colombiana.

Demonstrando indignação com os atos, o presidente Juan Manuel Santos ofereceu uma recompensa milionária – que pode chegar a US$ 280,6 mil – para quem oferecer pistas sobre os responsáveis pelos atos. Santos anunciou ainda a criação de uma comissão especial para acompanhar o caso.

A exemplo das autoridades brasileiras, o presidente colombiano também classificou os atentados como “terroristas”.

 

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 16/05/2012 ás 20h

Compartilhe

Em nota, Brasil condena atentados na Colômbia e presta solidariedade ao governo e ao povo