Em mensagem de Páscoa, Papa pede paz e cita tensão entre Coreias

Fonte Ansa flash 31/03/2013 às 9h

Diante de 250 mil fiéis na Praça São Pedro, Francisco celebrou sua primeira missa de Páscoa como Papa, já que foi eleito no último dia 13 de março

CIDADE DO VATICANO, 31 MAR (ANSA) - Em sua primeira mensagem "Urbi et Orbi" ("À cidade de Roma e ao mundo", na tradução livre), o papa Francisco pediu paz no Oriente Médio, na África e na península coreana, além de afirmar que o tráfico de pessoas é a maior "escravidão do século XXI".

Diante de 250 mil fiéis na Praça São Pedro, Francisco celebrou sua primeira missa de Páscoa como Papa, já que foi eleito no último dia 13 de março.

"Paz no Oriente Médio, em particular entre os israelenses e palestinos. Espero que tentem encontrar o caminho da conciliação e retomem, com coragem e disponibilidade, as negociações para colocar fim a um conflito que já dura tempo demais", disse o papa Francisco.

"Paz no Iraque, para que cesse definitivamente a violência e, sobretudo, [paz] para a amada Síria, para a população ferida com o conflito e pelos inúmeros refugiados. Quanto sangue foi derramado! E quanto sofrimento deverá ser ainda infligido para que se consiga encontrar uma solução política à crise?", questionou o Pontífice, referindo-se aos confrontos entre rebeldes e forças leais ao ditador Bashar al-Assad.

"Paz na África, que ainda é palco de conflitos sanguinários. No Mali, para que encontrem união e estabilidade, e na Nigéria, onde não terminam os atentados, que ameaçam gravemente a vida de tantos inocentes e onde pessoas e crianças, inclusive, são tidas como reféns de grupos terroristas", destacou Francisco.

"Paz na Ásia, sobretudo na península coreana, para que superem as divergências e tenham um renovado espírito de reconciliação", disse o Papa.

Nas últimas semanas, tem crescido a tensão entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte. Ontem, Pyongyang anunciou que entrou em "estado de guerra" com Seul.

De acordo com fontes locais, o líder da Coréia do Norte, Kim Jong-un, teria realizado uma reunião de emergência para aprovar planos de ataque contra os Estados Unidos e a Coreia do Sul, em resposta as exercícios militares conjuntos desses dois países.

"Paz a todo o mundo, que ainda é dividido pela ganância de quem procura ganhos fáceis, ferido pelo egoísmo que ameaça a vida humana e a família, egoísmo que mantém o tráfico de pessoas, a escrivão mais comum neste século XXI", disse o Papa.

"Paz a todo o mundo, assolado pela violência ligada ao narcotráfico e à exploração injusta dos recursos naturais. Paz a esta nossa Terra. Que Jesus ressuscitado leve conforto a quem é vítima das calamidades naturais e protetor da criação", acrescentou.

Ao fim da mensagem "Urbi et Orbi", o Papa fez uma saudação de Boa Páscoa apenas em italiano, e não em vários idiomas, como costumava acontecer nas celebrações passadas.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 31/03/2013 ás 9h

Compartilhe

Em mensagem de Páscoa, Papa pede paz e cita tensão entre Coreias