Eduardo Campos fará falta à política nacional, diz Aécio

Fonte Agência Brasil 13/08/2014 às 20h
O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, lamentou hoje (13) a morte do também candidato Eduardo Campos em acidente de avião na cidade de Santos (SP). Em pronunciamento em seu comitê de campanha, na capital paulista, Aécio disse que Campos fará falta à política nacional e que hoje é um dia de imensa tristeza para todos que acreditam na boa política.


“Eduardo era uma dos maiores representantes da boa política. Essa tristeza é muito maior para aqueles que conviveram com Eduardo. E eu convivi por mais de 20 anos. E tenho por ele uma admiração que não terminará com sua morte trágica. Convivemos muito durante vários momentos importantes da vida nacional, fomos governadores de estado e Eduardo fará uma falta imensa na política nacional”, disse, ao lado de correligionários.

Aécio ressaltou que, logo que soube do acidente, quando estava chegando em Natal, no Rio Grande do Norte, pensou na família de Campos e na sua familia. “Ainda sem informações definitivas, me veio à mente a lembrança da Renata [esposa de Campos], dos filhos. Meu pensamento, da Letícia [esposa de Aécio] e de toda minha família é voltada para eles. Ele tinha uma família extraordinária, alegre, feliz e coesa”, disse.

O candidato do PSDB informou que cancelou toda a sua agenda de candidato e que não há data para a definição de novos compromissos. “Infelizmente é uma perda que dói fundo no coração de todos nós. Eduardo sempre foi um homem valoroso, um homem público especial, um grande amigo”.

“Guardarei com muito carinho a última mensagem que recebi do Eduardo domingo agora, Dia dos Pais. Logo cedo, ele foi um dos primeiros a mandar a mensagem, ele e a Renata, cumprimentando-me pela chegada do Bernando, do meu filho, em casa, desejando que ele pudesse estar com saúde e força, continuar sua caminhada”, lembrou.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 13/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Eduardo Campos fará falta à política nacional, diz Aécio