Edição deste ano da Flupp Pensa será aberta no Morro dos Macacos

Fonte Agência Brasil 17/05/2013 às 8h

 

Rio de Janeiro - O Rio de Janeiro se prepara para receber a segunda edição do Flupp Pensa, em dois encontros que ocorrerão este mês - amanhã (18), no Morro dos Macacos, e no dia 25, na Cidade de Deus. A iniciativa, que tem o apoio do governo federal, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), pretende formar leitores e escritores nos meses que antecedem a Festa Literária Internacional das Unidades de Polícia Pacificadora (Flupp).

Em entrevista à Agência Brasil, o coordenador de Igualdade Territorial da prefeitura do Rio, Écio Salles, um dos idealizadores da Flupp, destacou a importância da festa. “A gente acha que o evento por si só, por mais bacana que seja, é insuficiente. Já que a gente está levando a discussão da literatura para a periferia, é fundamental que essas regiões participem efetivamente de todo o processo”. A edição 2013 da Flupp será realizada em novembro deste ano na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, e homenageará o poeta Waly Salomão, morto em 2003.

A Flupp Pensa foi a maneira que os organizadores encontraram de engajar a periferia no debate sobre a literatura e o livro no Brasil. O evento leva para cada comunidade pacificada um autor brasileiro importante. Neste sábado participarão do encontro, no Morro dos Macacos, o escritor Marco Lucchesi, da Academia Brasileira de Letras (ABL), e o poeta Ricardo Aleixo, de Minas Gerais. No dia 25, a Cidade de Deus receberá o funqueiro Wallace Ferreira da Mota, o Mc Smith.

Os escritores visitam também a Academia de Formação de Oficiais da Polícia Militar, em Sulacap, na zona oeste da capital, onde são realizados três encontros por ano. “Esses policiais, em algum momento, estarão nas ruas trabalhando e interagindo com os jovens das comunidades. E é fundamental que eles tenham a percepção e a sensibilidade para essa questão. Então, a gente provoca a corporação policial a pensar no assunto”, disse Salles. Até novembro, serão organizados 20 encontros de escritores em comunidades da periferia e dez na academia de oficiais.

Juntamente com a Flupp Pensa, que é um processo de formação de leitores, existe a preocupação dos idealizadores com a formação de autores. Uma comissão, formada por dez pessoas, se encarregará de acompanhar a produção de textos de potenciais escritores nas comunidades. Participam maiores de 16 anos que moram na capital fluminense e não tenham publicado ainda nenhum livro.

São três categorias: poesia, narrativas curtas, que englobam contos e crônicas, e romance. Nas duas primeiras, serão selecionados em cada uma até 40 participantes. As coletâneas que serão publicadas ao final terão 20 novos autores cada. Para a categoria romance, serão selecionados, no máximo, 20 participantes. Ao fim do processo, apenas um autor será publicado.

A edição 2013 da Flupp será realizada em novembro deste ano na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, e homenageará o poeta Waly Salomão, morto em 2003.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 17/05/2013 ás 8h

Compartilhe

Edição deste ano da Flupp Pensa será aberta no Morro dos Macacos