Economia italiana não apresenta 'sinais de breve retomada', diz Comissão Europeia

Fonte Ansa flash 03/05/2013 às 10h

bloco previu ainda que o Produto Interno Bruto (PIB) do país continuará em contração

BRUXELAS, 3 MAI (ANSA) - A Comissão Europeia afirmou nesta sexta-feira que "não há sinais de uma breve retomada" da economia da Itália. O bloco previu ainda que o Produto Interno Bruto (PIB) do país continuará em contração, atingindo -1,3% em 2013 e 0,7% no ano que vem.

"Continua a dificuldade de acesso ao crédito e são ainda negativos os sentimentos de confiança das empresas e consumidores", disse a comissão.

Segundo a UE, o déficit público italiano em 2013 será de 2,9% e, no ano que vem, cairá para 2,5%.

O organismo destacou também que a taxa de desemprego poderá atingir 11,8% da população ativa neste ano e 12,2% em 2014, revendo as previsões feitas em fevereiro, de 11,6% e 12%, respectivamente.

"A retomada da atividade econômica é muito lenta para diminuir o desemprego", afirmou a Comissão Europeia. "Sem reformas, a alta taxa de desemprego poderá colocar em risco a coesão social", destacou.

Ontem, o primeiro-ministro da Itália, Enrico Letta, disse que a "luta contra o desemprego juvenil é um imperativo categórico", pois a falta de postos de trabalho é "literalmente o pesadelo da nossa sociedade e das nossas famílias".

Em discurso no Conselho Nacional da Economia e do Trabalho (CNEL), o premier disse que a prioridade de seu governo é diminuir o desemprego entre os jovens, principalmente.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 03/05/2013 ás 10h

Compartilhe

Economia italiana não apresenta 'sinais de breve retomada', diz Comissão Europeia