Economia e mudança climática são temas de debate em Recife

Fonte Ascom da Sectec-PE 16/04/2013 às 9h
Um dos temas abordados na tarde desta segunda-feira (15) no primeiro dia do 5º Encontro Preparatório do Fórum Mundial de Ciência foi Economia da Mudança do Clima no Brasil: custos e oportunidades, em palestra realizada pela pesquisadora do Centro de Estudos Integrados sobre Meio Ambiente e Mudanças Climáticas e consultora para o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), Carolina Burle Dubeux.

 

O trabalho é fruto de uma série de pesquisas em grupo e resultou em um estudo sistêmico sobre o impacto da mudança do clima na economia no Brasil e vice-versa. Com base em projeções do IPCC, foram realizadas projeções climáticas por região no ano de 2100.

“O país pode perder cerca de R$ 7 bilhões por ano na sua produção agrícola, o que acarretaria na redução do plantio de arroz, algodão e café, por exemplo. Em relação à energia elétrica, haveria a necessidade de investir previamente na oferta a fim de evitar um apagão”, afirma Carolina.

Sobre os impactos econômicos na região costeira, ficariam em risco os patrimônios ambientais, rurais, históricos, urbanos e sociais, além do custo com possíveis interrupções nos serviços de água, luz, esgoto, saúde. As principais cidades com patrimônio ameaçado pelas mudanças climáticas seriam Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre e Vitória.

Debates

À tarde , Ali Mosleh, professor de Engenharia Mecânica, da Universidade de Maryland, na California (Estados Unidos) deu início à segunda parte dos debates e falou sobre a sua linha de pesquisa em Métodos Bayesianos para Análise de Dados.

Sob o tema Ambientes marinhos tropicais: Heterogeneidade espaço-temporal e resposta às mudanças climáticas, a palestra do professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA) José Maria Landim Dominguez alertou para as erosões na zona costeira e ambientes marinhos, provocada ou não pelo nível dos oceanos.

Leia mais.

 

 

Ascom da Sectec-PE
Fonte Ascom da Sectec-PE 16/04/2013 ás 9h

Compartilhe

Economia e mudança climática são temas de debate em Recife