EBITDA da Klabin cresce 23% e atinge R$ 384 mi no primeiro trimestre

Fonte Grupo Máquina PR 25/04/2013 às 21h

ü Venda no mercado interno cresce 11% comparada ao mesmo período de 2012;

ü Receita líquida da companhia avança 10% e soma mais de R$ 1 bilhão;

ü Lucro líquido supera em 38% o registrado no último trimestre do ano passado.

São Paulo, 25 de abril de 2013 – A Klabin, maior produtora e exportadora de papel para embalagem do Brasil, seguiu em ritmo de crescimento no primeiro trimestre de 2013, registrando EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 384 milhões – alta de 23% na comparação com o mesmo período do ano passado. A margem EBITDA passou de 32%, no 1T12, para 36%, neste ano. Impulsionado pelo aumento da eficiência das fábricas e melhoria do mix de produtos e mercados, o desempenho na geração operacional de caixa igualou o montante alcançado no último trimestre de 2012, período que é historicamente considerado o mais aquecido para o setor.

Apesar da sazonalidade verificada em inícios de ano e de um cenário econômico desafiador, o volume vendido pela Klabin no primeiro trimestre (sem incluir madeira) registrou aumento e superou em 3% o obtido no mesmo período de 2012, ao atingir 430 mil toneladas.

O melhor desempenho da companhia foi contabilizado no mercado interno, que respondeu por 70% do volume vendido – acima do verificado no primeiro trimestre de 2012, quando a parcela havia ficado em 65%. As vendas de papéis e embalagens no mercado doméstico apresentaram aumento de 11% em relação ao 1T12. As vendas internas dekraftliner e cartões totalizaram 135 mil toneladas, já em produtos convertidos (papelão ondulado e sacos industriais) totalizaram 164 mil toneladas vendidas, no primeiro trimestre do ano.

A receita líquida aumentou 10% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando R$ 1,066 bilhão. A receita líquida de papéis (kraftliner e cartão) teve alta de 11%, enquanto a de produtos convertidos cresceu 12% na comparação com o mesmo período de 2012. O lucro líquido registrado no 1T13 foi de R$ 202 milhões – um crescimento de 38% se comparado ao último período de 2012.

A Klabin também conseguiu obter uma redução da dívida líquida em relação ao EBITDA – proporção passou de 2,4 vezes, em dezembro de 2012, para 2,2 vezes, no final de março de 2013 –, graças ao aumento da geração de resultados e à relativa estabilidade do câmbio nos primeiros meses do ano.

No primeiro trimestre, as ações preferenciais da Klabin (KLBN4) apresentaram valorização de 9%, enquanto o IBOVESPA apresentou queda de 8%. No período, a Klabin conquistou novo rating de "Grau de Investimento", desta vez atribuído pela agência Standard and Poor's (BBB- na escala global e brAAA, na escala nacional), confirmando orating atribuído pela Fitch.

 

Resultados 1T13

 

 

 

 

Sobre a Klabin

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, produz papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado, sacos industriais e madeira em toras. Fundada em 1899, possui atualmente 15 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Está organizada em três unidades de negócios: Florestal, Papéis (papelcartão e papel kraft) e Conversão (papelão ondulado e sacos industriais).

A gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. Por isso, é signatária do Pacto Global da ONU e busca fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

Saiba mais em www.klabin.com.br

Grupo Máquina PR
Fonte Grupo Máquina PR 25/04/2013 ás 21h

Compartilhe

EBITDA da Klabin cresce 23% e atinge R$ 384 mi no primeiro trimestre