E-Racing: expectativa por resultado e competição em Lincoln

Fonte Imprensa Unicamp 04/03/2013 às 14h

E-Racing: expectativa por resultado e competição em Lincoln

Antes de ingressar no curso de engenharia mecânica da Unicamp, Willen Grimm não imaginava que além de projetar pudesse construir um carro elétrico. Hoje, ao lado de mais 31 integrantes da equipe Unicamp E-Racing, aguarda o resultado do Prêmio Reconhecimento à Excelência e Inovação (REI), promovido pela Automotive Business, no qual a equipe de alunos da Unicamp está entre os 40 finalistas. A equipe concorre nas categorias veículo leve e autopeças. Para Balariuc, a seleção causa orgulho, já que a equipe participou da primeira fase por indicação. Ao selecionar o projeto dos alunos, a organização do REI coloca os alunos no mesmo patamar de empresas de ponta, que atribuem grande valor ao prêmio, acredita o orientador Ênio Peres, responsável pelo Laboratório e Hidrogênio da Unicamp. A entrega acontecerá em junho deste ano.

Outra expectativa para este semestre é a competição internacional da SAE em Lincoln, Estados Unidos, nos dias 19 e 21 de junho, para a qual e Unicamp E-Racing foi classificada depois de ter se tornado a primeira campeã brasileira na categoria elétrico em 2012 da FSAE Eletric, no município de Piracicaba, São Paulo. Na ocasião, além da vitória, o carro elétrico da Unicamp recebeu oito menções honrosas por aceleração, apresentação, eficiência energética, autocross, enduro, projeto e skid-pad (teste de estabilidade e aceleração lateral do veículo). Os testes no momento são feitos para deixar o veículo ainda mais leve até a prova internacional, com alterações na carenagem.

O monoposto com motor elétrico de 120 cavalos e torque de 750 Nm (Newton meter) nas rodas deve representar grandiosamente a Universidade em solo estadunidense, se depender da dedicação dos rapazes que dispendem muitas horas, noite, feriado e finais de semana para seu aprimoramento. A qualidade do resultado agrada aos patrocinadores, entre eles HÖganäs, Instituto Eldorado e IDG.

O orientador Peres enfatiza que todo o projeto e a construção ficam nas mãos dos alunos, que se tornam pesquisadores de ponta. A projeto envolve graduandos e pós-graduandos da Faculdade de Engenharia Elétrica (Feec), da Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM) e do Instituto de Física Gleb Wathagin (|FGW). O projeto é uma das atividades que fazem com que os alunos tenham experiência multidisciplinar.

Um conjunto de informações sobre o carro elétrico pode ser encontrado na página da E-Racing.

 

Imprensa Unicamp
Fonte Imprensa Unicamp 04/03/2013 ás 14h

Compartilhe

E-Racing: expectativa por resultado e competição em Lincoln