'É impossível proibir notícias', diz primeiro vice-presidente cubano

Fonte Ansa flash 06/05/2013 às 20h

Diversos opositores cubanos acusam o governo de censurar os veículos de informação

HAVANA, 6 MAI (ANSA) – O primeiro vice-presidente cubano, Miguel Diaz-Canel, afirmou que “não faz sentido proibir” a circulação de notícias no país, pois as pessoas têm acesso à Internet e às redes sociais.

“Hoje há notícias de todos os lados, as boas e as ruins, as que são manipuladas e as que são verdadeiras. E as notícias que estão nas mídias circulam pelas redes, chegam até as pessoas”, disse o primeiro vice-presidente em uma conferência de educadores cubanos, segundo a imprensa local.

Diversos opositores cubanos acusam o governo de censurar os veículos de informação e limitar as publicações.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 06/05/2013 ás 20h

Compartilhe

'É impossível proibir notícias', diz primeiro vice-presidente cubano