Dissidente cubano é libertado após visita de chanceler espanhol

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O dissidente cubano Nelson Aguilar, uma das 75 pessoas detidas em 2003, foi solto hoje após a visita do chanceler espanhol, Miguel Angel Moratinos, informou a ilegal Comissão Cubana de Direitos Humanos.

Com a libertação de Aguilar, continuam presos 53 dos 75 do grupo. Mas tal ação, para o presidente da comissão, Elizardo Sánchez, significa "mais do mesmo: o governo continua "presenteando presos políticos" a conta-gotas, enquanto há outros 200 em sua enorme gulag", disse, fazendo alusão aos campos de concentração soviéticos.

Ontem, Moratinos deixou Cuba após uma reunião de cerca de três horas com o presidente desse país, Raúl Castro. Esta foi sua segunda visita à ilha e teve 48 horas de duração.

Ao encerrar sua viagem, ele declarou-se satisfeito pelas discussões com o governo local e disse que as relações entre Cuba e Espanha foram "totalmente normalizadas".

Nesse sentido, o chanceler declarou que durante a presidência espanhola da União Europeia (UE), em 2010, seu país irá promover o fortalecimento dos vínculos bilaterais. 
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Dissidente cubano é libertado após visita de chanceler espanhol