Dilma lamenta a morte do ex-deputado e um dos fundadores do PDT, Neiva Moreira

Fonte Agência Brasil 10/05/2012 às 17h
A presidenta Dilma Rousseff expressou hoje (10), por meio de nota, pesar pela morte do ex-deputado federal pelo Maranhão e um dos fundadores do PDT, José Guimarães Neiva Moreira. Dilma disse que a política brasileira perdeu “um de seus mais expressivos líderes” e lembrou que o pedetista foi responsável, ao lado de Leonel Brizola, pela disseminação do trabalhismo.

O ex-deputado tinha 94 anos e faleceu de insuficiência respiratória nesta madrugada, no Hospital UDI, em São Luís (MA), onde estava internado desde o dia 31 de março.

“Fundador do PDT, junto com Leonel Brizola, lançou raízes do trabalhismo no Brasil e em vários outros países latino-americanos. Viveu intensamente a luta pelas liberdades no Brasil, e após retornar do exílio, ampliou sua trajetória política a partir de seu amado Maranhão”, diz a nota da presidenta.

Dilma disse que guardará para sempre as boas lembranças da convivência com Neiva Moreira e, em nome dos brasileiros, cumprimentou os familiares e amigos pelo momento de dor.

Jornalista, Neiva Moreira foi presidente nacional do PDT, líder na Câmara dos Deputados por duas vezes, presidente da Comissão de Relações Exteriores e um dos principais assessores do ex-governador do Maranhão, Jackson Lago.

A biografia publicada no site do PDT relata que o ex-deputado fez resistência à ditadura de 1964, período em que se aproximou de Leonel Brizola, foi preso e depois seguiu para o exílio, retornando ao Brasil após a decretação da anistia.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 10/05/2012 ás 17h

Compartilhe

Dilma lamenta a morte do ex-deputado e um dos fundadores do PDT, Neiva Moreira