Desemprego aumenta em São Paulo e influencia regiões pesquisadas pelo Dieese-Seade

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
A taxa de desemprego aumentou em julho nos 39 municípios da região metropolitana de São Paulo e fechou em 14,8%, 0,6 ponto percentual acima do resultado de junho (14,2%). A informação consta da Pesquisa de Emprego e Desemprego do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), divulgada hoje (26) em São Paulo.

O crescimento foi atípico segundo o coordenador da pesquisa pelo Dieese, Alexandre Loloian. “Normalmente isso não ocorre em julho”. O total de desempregados foi de 1,562 milhões, 67 mil a mais do que no mês anterior.

A queda influenciou o resultado do conjunto das seis regiões metropolitanas pesquisadas: Salvador, Recife, Porto Alegre, Belo Horizonte, Distrito Federal, além de São Paulo.

No conjunto das seis regiões pesquisadas, a taxa foi de 15%, 0,2 ponto percentual acima dos 14,8% da pesquisa anterior, o que o Dieese-Seade considera estável.

O total de desempregados somou 3,029 milhões de trabalhadores, 45 mil a mais do que no mês anterior. No período, 37 mil pessoas entraram para o mercado e o saldo de empregos foi negativo em 9 mil.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Desemprego aumenta em São Paulo e influencia regiões pesquisadas pelo Dieese-Seade