Desde Bratislava, uma comédia peculiar sobre a vida adulta, Tigres na Cidade, no Eurochannel

Fonte Eurochannel, Inc. 24/03/2013 às 20h

Você acha que seus amigos são estranhos? O Eurochannel acolhe a capital da Eslováquia para passar algum tempo na companhia de um trio de amigos em uma aventura. Quando um deles toma a decisão de virar as costas para seu estilo de vida em uma tentativa de seduzir a mulher dos seus sonhos, coloca em movimento as forças imprevisíveis da sorte, e o destino os leva a um desastre inevitável. Estreia Sexta-feira 19 de abril às 21:00.

Filmado em Bratislava, Tigres na cidade é a primeira longa-metragem do jovem diretor Juraj Krasnohorsky. Em uma tentativa de retratar aqueles que estão na faixa dos 30 e começam a ver a vida de uma forma séria, o diretor oferece uma comédia inteligente original, caracterizada pelo humor trágico da Europa Central.

Nesta história envolvente, a "comédia indie" e o romance policial se misturam enquanto os protagonistas tentam encontrar algo de felicidade. Através de uma série de esforços excêntricos, mostra como é difícil ser normal em um mundo absurdo. Um dos personagens procura o amor em todos os lugares errados e com a mulher errada. Para piorar a situação, também é alegremente inconsciente que ele está sendo perseguido por um implacável assassino contratado, que é o marido da mulher que ele deseja.

O Eurochannel apresenta uma comédia emocionante e única, que mostra que os nossos destinos dependem da sorte e da aleatoriedade, navegando constantemente na linha tênue entre a tragédia e a comédia.

O Eurochannel é um canal dedicado a Europa: seus filmes, suas séries e sua música . Todos os programas são apresentados na sua língua original e legendados. O Eurochannel é transmitido por mais de 200 operadores de cabo e comunicações por satélite em toda América Latina, EUA, África, Portugal, Serbia, França e Coréia.

www.eurochannel.com

Imagens:

www.eurochannel.com/pictures/Tigers_in_the_city_1.jpgwww.eurochannel.com/pictures/Tigers_in_the_city_2.jpgwww.eurochannel.com/pictures/Tigers_in_the_city_3.jpgwww.eurochannel.com/pictures/Tigers_in_the_city_4.jpgwww.eurochannel.com/pictures/Tigers_in_the_city_5.jpgwww.eurochannel.com/pictures/Tigers_in_the_city_6.jpgwww.eurochannel.com/pictures/Tigers_in_the_city_7.jpg

Entrevista com Juraj Krasnohorský (Diretor, co-roteirista e produtor)

Imagens:

www.eurochannel.com/pictures/Juraj_Krasnohorsky _1.jpgwww.eurochannel.com/pictures/Juraj_Krasnohorsky _2.jpgwww.eurochannel.com/pictures/Juraj_Krasnohorsky _3.jpg

Como surgiu a ideia de fazer o filme?

A ideia original veio de Siposova Lúcia, que eventualmente se tornou co-roteirista e co-produtora de Tigres na cidade. Originalmente a atriz têm uma propensão para escrever contos e este foi o segundo script dela que eu li. Eu gostei dos personagens e do jeito que ela estava descrevendo a minha cidade natal, Bratislava. Foi o espírito da cidade que me atraiu para começar a trabalhar no filme, a Bratislava que eu lembrava na minha infância e as histórias que eu conhecia. Uma cidade com um passado multicultural e multilíngue.

O que os telespectadores podem encontrar como puramente Eslovaco neste filme?

Eu vivi metade da minha vida, dos 14 aos 28 anos entre Genebra, Bilbao e Paris. Eu fui à Bratislava para fazer este filme, só por causa da cor e do espírito da cidade. O cinegrafista francês André Bonzel também entende o humor da cidade e conseguiu capturá-lo. Mais do que algo puramente eslovaco, eu gosto de pensar que é comum na Europa central: o humor trágico e a auto-ironia. Essa ironia e o humor também estão presentes na arquitetura, o edifício da Rádio Eslovaca é uma pirâmide invertida!

O que esperar do Tigres na cidade?

Tigres na cidade é sobre como nós (as pessoas que trabalham no filme), vemos Bratislava. É sobre os desafios de se tornar um adulto com a idade de 30 anos, e encontrar a pessoa certa para passar a sua vida. Isto é como a nossa geração vê o mundo em 2010. Os espectadores devem esperar ver uma cidade e personagens que provavelmente nunca tinham visto antes, já que não há muitos filmes que saiam da Eslováquia. E se há, é muito raro uma comédia colorida como Tigres na cidade.

Quão difícil foi fazer este filme? Levando em conta que é seu primeiro longa.

Fazer este filme foi a coisa mais difícil da minha vida até agora. Estudei física e matemática na universidade por cinco anos sem ser um aluno particularmente bom na escola. Isso foi um desafio. Mas fazer este filme foi ainda mais. O filme o fizemos em um momento em que o apoio do Estado para filmes na Eslováquia foi muito fraco e restrito a alguns produtores experientes. Nós decidimos não trabalhar com eles porque queríamos algo diferente. No início éramos três de nós, Lucia Siposova, Henrieta Cvangova (produtora) e eu. Com Henrieta fundamos uma companhia chamada Artichoke, e com Lúcia convencemos algumas pessoas a acreditar em nosso projeto para nos apoiar financeiramente e para fazer o filme. Hoje acontece mais e mais, mas pelo que eu sei, fomos os primeiros a usar fundos privados. Então, logo convencemos o Fundo Eslovaco Audiovisual para nos ajudar com a outra metade do orçamento e assim acabamos o filme. Ele foi feito com um orçamento muito apertado, mas a coisa boa é que conseguimos trabalhar profissionalmente.

Como você selecionou os atores?

Tivemos ideias sobre o elenco desde o início, quando começamos a escrever o primeiro rascunho do roteiro em 2008 com Lucia. Alguns dos atores trabalharam comigo em minha curta X = X +1, também distribuído pelo Eurochannel em 2010. O grande desafio era fazer com que os atores experientes trabalhassem, alguns são bem conhecidos na República Checa e Eslováquia. Eles são estrelas e tem um monte de trabalho. Eles assumiram o risco com a gente e eu estou muito feliz com isso. Além disso, Slavikova Ivica, que interpreta a irmã da protagonista, estreia neste filme. Ela foi Miss Eslováquia 2005, mas não tinha nenhuma experiência em atuar. É uma antiga amiga minha e eu sentia que o personagem seria perfeito para ela. Claro, a escolha mais ousada foi a do protagonista masculino, interpretado por Kristina Tothova, uma atriz.

Precisamente, Por que Badger é estrelado por Kristina Tothova?

Tomamos esta decisão muito no final, no último rascunho do roteiro. Nós entendemos que o que estávamos escrevendo era realmente a história de uma alma tentando encontrar sua alma gêmea. É conhecida a ideia de que todos têm qualidades femininas e masculinas. Rudolf Badger, o nosso protagonista, é um homem com uma alma feminina. É por isso que é mais difícil para ele do que para os outros homens ter sucesso com as mulheres. No filme, vemos a alma de Rudolf Badger, mas ouvimos sua voz masculina. Nós não sabemos o que a aparência é, isso não é importante. É a alma que importa. Kristina foi uma escolha perfeita.

Como diretor, qual é a sua visão para a indústria cinematográfica na Eslováquia?

Esta é uma pergunta que eu estou tentando responder faz algum tempo e não tenho ainda uma resposta definitiva. Meu principal objetivo tanto como diretor quanto como produtor de outros cineastas eslovacos é fazer filmes para o público europeu. Essa é a parte mais difícil para nós, conseguirmos que o nosso cinema saia fora de nossas fronteiras. Costumo perguntar aos meus amigos e colegas no exterior o que esperar de um filme eslovaco, qual é a imagem visual quando eu digo Eslováquia? Como a imagem que é feita quando se fala em Espanha ou França. Eu acho que um dos problemas é que as pessoas de fora da Eslováquia tem pouco conhecimento sobre o nosso país.

Não sei se é mais como a Romênia ou a Alemanha. E quando pergunto sobre um tema que seria interessante para eles, o que lhes interessa, geralmente, é o comunismo, embora tenha terminado há 23 anos. Isso é basicamente o que ainda define a Eslováquia como país. No entanto, eu acho que há uma maneira de fazer filmes nesta região para um público mais amplo. Prova disso é o filme checo Alois Nebel, que ganhou o Oscar de Melhor Filme Europeu. A condição necessária para o sucesso, juntamente com uma boa história, é trabalhar desde o início com outros europeus da indústria cinematográfica, coprodutores da Alemanha, França ou Reino Unido, e os agentes mais fortes de vendas. Portanto, não há mistério, apenas temos que estar mais em contato com a rede da indústria cinematográfica europeia.

Quais são os seus próximos projetos no cinema?

Estou muito perto de Andre Bonzel, que trabalhou no Tigres na cidade, mas que é principalmente um diretor, mais conhecido por co-dirigir o filme belga famoso Aconteceu Perto De Sua Casa. Temos um roteiro de comédia que escrevemos juntos e ele também tem um outro ótimo roteiro que eu iria ajudar a produzir. Mas estes são projetos grandes e precisam de tempo para amadurecer. Na Eslováquia estou desenvolvendo um roteiro que deve animar um documentário ficcional, bem como Vals com Bashir.

É sobre o maior caso de corrupção da história da Checoslováquia comunista, que em parte levou à queda do comunismo em 1989. Este é um projeto para os próximos 3-4 anos. Mas meu próximo filme será provavelmente com um orçamento muito baixo. Será sobre um soldado que retorna de uma missão com PTSD, um tema amplamente discutido nos EUA, mas na Eslováquia as pessoas mal sabem o que é. A Eslováquia tem um grande contingente no Afeganistão, como parte da missão da OTAN, e temos casos desta síndrome na Eslováquia também. Vamos ver se é uma comédia como Tigres na Cidade.

Entrevista com Lucia Siposova (roteirista y produtora)

Imagens:

www.eurochannel.com/pictures/Lucia_Siposova_2.jpg

¿ De onde surgiu a ideia para o filme?

Criei um grupo de amigos com nomes de animais envolvidos em um caso criminal sem saber. Isto criou alguns jogos divertidos, ajudando-os a colocar suas vidas em ordem. Um amigo me disse: "Escreva, escreva”,então eu fiz!.

Depois encontrei o diretor Juraj Krasnohorsky e trabalhamos nisso juntos por um par de anos.

Que mensagem você quis dar com o filme?

Minha mensagem é que não importa o quão estranho você é, há sempre alguém que vai entender você. Outra coisa para mim é que a história não julga ninguém, e todos têm uma chance de mudar.

Por que vocês decidiram que Badger fosse feito por uma mulher?

Ele foi acidental. Nós não conseguimos encontrar o ator certo então fomos ao teatro para ver atores e vimos Kristina. Ela era tão boa e interessante que decidimos assumir esse risco. Eu acho que isto leva o filme para outro nível. Fez sentido para nós, e a voz masculina torna mais fácil para as pessoas, tomara.

Como uma jovem produtora, atriz e roteirista, vê a indústria do cinema no seu país?

Eu acho que o cinema eslovaco é como um bebê que precisa crescer, ele tem sido quase morto por vinte anos. Fazíamos parte de uma forte herança do cinema checo e, de repente, ficamos em um novo país sem tradição. Não podemos nos comparar com o resto da Europa, estamos realmente tentando nos identificar. Talvez daqui a vinte anos, podemos sentar e conversar sobre o cinema eslovaco.

Depois de trabalhar como atriz, produtora e roteirista, qual é o seu papel favorito na indústria?

Atuar é divertido, escrever significa liberdade para mim, mais eu também adoro cantar. Na produção, eu tenho que produzir minhas próprias criações. Eu preciso ter controle sobre elas, mas essa parte eu não gosto muito. Eu prefiro ser uma artista.

Como foi a experiência de trabalhar no filme 360 ​​ao lado de grandes nomes como o diretor Fernando Meirelles e atores como Anthony Hopkins?

Trabalhar com Fernando Meirelles foi uma bênção. Ele é um cavalheiro e dá grande conforto atuar com ele. É claro no que ele quer, é expressivo, e também dá aos atores a liberdade de ser criativo. Eu gostei muito. Com ele, atuar parece ser a coisa mais fácil do mundo. Nós éramos uma grande equipe.

Foi divertido trabalhar com atores do mundo todo. Não só com estrelas como Jude Law, mas Vladimir Vdovichenko, que é uma celebridade na Rússia. Um ator incrível e engraçado. Foi um prazer fazer cenas com eles.

Informação geral:

Elenco: Kristína Tóthová, Milan Ondrík, Ľubo Bukový
Diretor: Juraj Krasnohorský
Gênero: Comédia, drama
País: Eslováquia
Ano: 2012
Título original: Tigre v meste

Sinopse:

Três amigos, à beira dos 30 anos tem apelidos de animais; Badger (Texugo) (Kristina Tothova), Hyena (Hiena) (Milan Ondrík) e Pigeon (Pombo) (Lubomír Bukový). Apesar de desfrutar de horas e horas em seu bar favorito, eles não deixam de sentir que alguma coisa está faltando: encontrar sua alma gêmea. Depois de anos fantasiando sobre uma voz de uma mulher no rádio, Badger, finalmente, decide tentar encontrá-la. Essa busca fantasiosa do amor toma um tom mais escuro quando torna-se uma corrida para manter-se vivo.

 

Eurochannel, Inc.
Fonte Eurochannel, Inc. 24/03/2013 ás 20h

Compartilhe

Desde Bratislava, uma comédia peculiar sobre a vida adulta, Tigres na Cidade, no Eurochannel