Desafio na América Latina é melhorar transporte urbano, dizem especialistas

Fonte Agência Brasil 29/05/2012 às 9h
As dificuldades relativas ao transporte urbano estão presentes na maioria dos países da América Latina, segundo conclusão de um fórum de especialistas na Cidade do Panamá, capital panamenha. A organização não governamental (ONG) Observatório da Mobilidade Urbana (OMU), que analisa as características do transporte e as áreas urbanas, diz que diariamente são feitas 214 milhões de viagens nas principais cidades da região, sendo que 43% das pessoas utilizam algum tipo de transporte urbano e 28% fazem os percursos a pé.

O fórum reúne especialistas do Brasil, México, Peru, da Colômbia e do Panamá. O encontro denominado Mobilidade e Desenvolvimento Urbano é promovido pela Corporação Andina de Fomento (CAF) e pelo governo do Panamá.

A especialista brasileira Adriana Lobo, do Centro de Transporte Sustentável (CTS), uma ONG com sede no México e filiais na América e Ásia, disse que o problema do transporte coletivo é “mais complicado” nas maiores cidades. Ela citou como exemplos a Cidade do México e São Paulo.

"Sem dúvida, um dos desafios das cidades modernas é permitir que as suas populações se movimentem de uma maneira que seja relativamente rápida e com baixo impacto tanto em termos ambientais, quanto para sua vida”, disse Adriana Lobo.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa/

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 29/05/2012 ás 9h

Compartilhe

Desafio na América Latina é melhorar transporte urbano, dizem especialistas