Dermatologista dá dicas para quem quer estar mais bonito e saudável para o verão

Fonte Fernanda Bueno. 19/11/2009 às 0h
Quem quer curtir o verão com o corpo bem cuidado e a saúde em dia ainda é tempo de tomar providências. A primeira medida é mudar a alimentação já, mantendo uma dieta equilibrada e rica em vários grupos de alimentos, fibras e cereais. Beber bastante água também é importante para a hidratação da pele e para a saúde do corpo como um todo.

“Para aqueles que querem acelerar o processo de bronzeamento, de uma forma natural, podem ingerir com maior freqüência alimentos ricos em betacaroteno (predomínio da cor laranja e avermelhada), tais como cenoura, melancia, mamão, manga, abóbora, beterraba, entre outros”, informa a dermatologista Dra. Daniela Schmidt Pimentel.

Durante o ano, uma boa medida para manter a pele do corpo hidratada e não castigá-la ainda mais no verão é ter cuidados ao tomar banho, preferindo água fria ou morna a quente, não utilizar esponja, que elimina a camada lipídica da pele, causando ressecamento. Para limpeza, o ideal é utilizar sabonete neutro ou à base de glicerina. Durante o banho, podem ser utilizados óleos à base de semente de uva e de macadâmia, que possuem alto poder de hidratação. Também podem ser usados hidratantes pós-banho, à base de uréia e lactato de amônia.

“Mas o mais importante, antes de se esbaldar nas praias e piscinas, é fazer uma avaliação dermatológica da pele em uma consulta com especialista, que vai analisar o risco da pessoa ter câncer de pele e fazer uma análise da situação da pele, como a presença de pintas e feridas suspeitas”, informa a especialista.

Quanto à pele do rosto, para não sofrer muitos estragos no verão, o ideal é já prepará-la antecipadamente, utilizando filtro solar todos os dias e mantendo-a limpa e hidratada. Os cabelos também devem ser bem tratados antes do verão, pois a ação do sol, da água do mar e das piscinas, tende a tornar cabelos já danificados uma “tragédia” ainda pior. Em casos de queda constante e ressecamento exacerbado, vale consultar um dermatologista que vai investigar alterações clínicas, como carências nutricionais, doenças da tireóide, anemia, entre outros problemas sistêmicos que podem afetar também a saúde dos cabelos.

Os pés também devem ser bem preparados para o verão. Se houver micoses, estas devem ser tratadas previamente, bem como rachaduras; mantê-los hidratados é fundamental. Também é importante secá-los bem após o banho, evitar o uso do mesmo sapato todos os dias, procurar limpá-los diariamente e guardá-los em local arejado.


Tratamentos:

Alguns tratamentos devem ser feitos, preferencialmente, antes do verão e vão contribuir significativamente para a melhora da aparência de quem pretende curtir o verão em praias e em piscinas. Abaixo, dois tratamentos que vão garantir um melhor visual para o verão:


Depilação definitiva:

A técnica mais utilizada para este procedimento é a que emprega o laser. Este remove o pelo, pois sua energia, em forma de luz, é captada pela melanina, pigmento presente na haste do fio e responsável pela sua cor. Essa energia destrói ou retarda a capacidade do folículo produzir um novo fio. Mesmo aqueles pelos que não são retirados totalmente, tendem a crescer mais lentamente, mais claros e mais finos. Segundo a especialista, o resultado é muito satisfatório na maioria dos pacientes e remove por volta de 80 a 100% dos pelos. O tratamento, em média, requer de três a seis sessões, dependendo do caso, sendo que o intervalo entre uma e outra deve ser de 30 dias. Várias áreas do corpo podem ser tratadas, como axilas, virilhas, pernas, ânus, períneo, busto, dorso do pé, meio braço. A especialista destaca que quanto mais clara for a pele e mais escuro o pelo, mais satisfatório será o resultado. A depilação definitiva também serve para tratar pelos encravados.

 
Celulite:

Arquiinimiga das mulheres, a celulite deve ser tratada, preferencialmente, antes do verão. Ainda é possível melhorar este problema para não se sentir envergonhada na hora de vestir o biquíni. Para isso, é preciso adotar uma dieta balanceada, fazer atividades físicas regularmente e ingerir bastante líquido. Cremes à base de nicotinato de metila, cafeína, centella asiática são bons coadjuvantes no combate a celulite, desde que esta não seja muito avançada.

O tratamento da celulite pode ser otimizado por meio da técnica que utiliza um equipamento de radiofreqüência, que estimula o colágeno, contrai as fibras já existentes e melhora a flacidez da pele. Para um melhor resultado, as sessões de radiofreqüência devem estar associadas à drenagem linfática, que melhora a circulação local. Outro método de combate à celulite é o infravermelho, que também gera calor, estimulando o colágeno e a elastina por meio de suas ondas.
Fernanda Bueno.
Fonte Fernanda Bueno. 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Dermatologista dá dicas para quem quer estar mais bonito e saudável para o verão