Deputada ítalo-brasileira pede ratificação de tratado sobre presos

Fonte Ansa flash 11/04/2013 às 21h

Renata Bueno pediu a "ratificação da medida porque, além do elevado valor humanitário, [o projeto] permite uma economia significativa para os cofres públicos"

ROMA, 11 ABR (ANSA) - A deputada ítalo-brasileira eleita no Parlamento italiano na circunscrição da América do Sul, Renata Bueno, apresentou um questionamento ao ministro das Relações Exteriores da Itália, cargo ocupado interinamente por Mario Monti, sobre a situação dos presos brasileiros na Itália e italianos no Brasil, e pediu a ratificação do Tratado entre Itália e Brasil de 2008 sobre a transferência dos presos.

"Este tratado foi assinado pelo governo italiano e pelo governo brasileiro e permite a transferência de pessoas condenadas para que elas possam cumprir a pena em seu país de origem. As condições desumanas de prisão dos italianos, como dos detentos de outras nacionalidades nas prisões brasileiras são intoleráveis e violam os princípios da Declaração dos direitos humanos", declarou Bueno.

"Segundo os últimos dados de 2005, cerca de 50 italianos estão presos no Brasil e cerca de 350 brasileiros estão detidos nas prisões italianas. Peço para saber quais são os dados a disposição do governo em relação a presença dos detentos italianos nas prisões brasileiras e de brasileiros nas prisões italianas e os relativos custos", pediu a deputada ítalo-brasileira.

A deputada Bueno pediu a "ratificação da medida porque, além do elevado valor humanitário, [o projeto] permite uma economia significativa para os cofres públicos, com recursos que poderiam ser utilizados para a melhoria da rede consular italiana no Brasil".

Ansa flash
Fonte Ansa flash 11/04/2013 ás 21h

Compartilhe

Deputada ítalo-brasileira pede ratificação de tratado sobre presos