Defesa de Berlusconi pede reconhecimento de prescrição de fraude fiscal

Fonte Ansa flash 21/05/2012 às 21h
A defesa do ex-premier italiano Silvio Berlusconi pediu hoje que o Tribunal de Milão reconheça a prescrição do crime de fraude fiscal relativa ao ano de 2001 sobre o caso Mediaset, do qual ele e outros réus são acusados.

Os advogados Niccolò Ghedini e Piero Longo participaram da audiência sobre o caso e também pediram aos juízes da 1ª Secção do Tribunal, presidida por Edoardo D´Avossa, a aquisição de mais documentação (em particular, de ex-dirigentes da empresa, alguns já mortos e outro gravemente doente), além da inclusão de outras testemunhas.

Eles também querem a ordenação de uma perícia para esclarecer as divergências entre o Ministério Público e a defesa.

O promotor Fabio De Pasquale se opôs aos pedidos, exceto à aquisição de outros registros e documentos, e indeferiu o pedido de convocar novas testemunhas por considerá-la "uma completa perda de tempo".

A junta de magistrados se retirou para decidir se e quais solicitações dos advogados do ex-chefe de Governo seriam aceitas, ou se vai declarar os processos arquivados. A decisão deve ser anunciada ainda hoje.

Caso os juízes decidam encerrar a audiência de investigação, em 4 de junho começará a acusação e os pedidos de condenação do Ministério Público.
Ansa flash
Fonte Ansa flash 21/05/2012 ás 21h

Compartilhe

Defesa de Berlusconi pede reconhecimento de prescrição de fraude fiscal