De Honduras, Zelaya fala com imprensa e diz que irá reassumir presidência

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O presidente deposto de Honduras Manuel Zelaya disse, em declarações à rede Telesur, ter retornado a Honduras "a pedido do povo" e afirmou que nas próximas horas irá iniciar as gestões para reassumir a presidência, após quase 90 dias do golpe que o tirou do poder.

Em conversa telefônica com a emissora, Zelaya confirmou estar na sede da Organização das Nações Unidas (ONU) em seu país. A informação havia sido divulgada antes pela local Rádio Globo e pelo canal 36 de televisão.

"Retornei a pedido do povo", disse o presidente constitucional do país, que acrescentou que nas próximas horas irá realizar uma série de gestões para recuperar o governo.

De acordo com a Rádio Globo, o presidente de facto hondurenho, Roberto Micheletti, teria sido capturado pelas Forças Armadas durante a madrugada e retirado do país. Contudo, em declarações a jornalistas, Micheletti negou a versão e disse que Zelaya está "em um hotel da Nicarágua".

A Frente Nacional de Resistência contra o Golpe de Estado mobilizou seus membros para acompanhar o presidente destituído. Zelaya foi retirado à força do país em 28 de junho passado e destituído de seu posto.

Micheletti foi designado pelo Congresso para assumir as funções do presidente e, desde então, o país vive uma crise interna, que tem gerado conflitos entre simpatizantes contra e pró-Zelaya. A comunidade internacional e organismos multilaterais já repudiaram o golpe por diversas ocasiões.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

De Honduras, Zelaya fala com imprensa e diz que irá reassumir presidência