De aprendiz a espelho para os mais jovens, Arthur Patrianova vai a Acampamento de Handebol

Fonte Photo&Grafia Comunicação 22/05/2013 às 20h

 

Um dos atuais destaques da Seleção Masculina, armador passará experiência aos jovens atletas reunidos em Blumenau (SC)

Santo André (SP) - Os Acampamentos Nacionais de Desenvolvimento e Melhoria Técnica, promovidos pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) com o apoio do Ministério do Esporte, têm revelado grandes talentos. O trabalho, que já vem sendo feito há alguns anos, reúne jovens atletas, que participam de várias atividades durante todo o período em que estão concentrados. Muitos desses jogadores, que adquiriram conhecimento quando participaram em anos anteriores, hoje integram as diferentes categorias das Seleções Brasileiras. Um bom exemplo disso é o armador Arthur Patrianova, destaque da Seleção Adulta durante a disputa do Campeonato Mundial da Espanha, em janeiro, e do Pan-Americano Júnior, em março, na Argentina.

Arthur participou do Acampamento em 2006 e, apesar de ter apenas 20 anos, já serve como exemplo para os atletas que estão começando. Nesta quarta-feira (22), ele retorna a Blumenau (SC), mas terá um papel totalmente distinto desta vez. De aprendiz e ouvinte, o catarinense passa a servir de espelho para os mais jovens, inclusive para seu irmão Vitor, que participa desta edição para nascidos em 1998 e 1999. "Acredito que ter participado do Acampamento foi o grande impulso para que eu seguisse com a minha carreira de atleta", revelou o armador.

Ter o papel de modelo para os jogadores que estão começando é algo ainda um pouco incomum para o catarinense de Itajaí. "É meio estranho ser exemplo para esses meninos. Sou novo e ainda vou jogar com muitos deles. Meu irmão está começando agora e é muito legal ter visto a ansiedade dele antes do Acampamento e a alegria de por estar lá agora treinando, pois há sete anos eu sentia a mesma coisa", completou Arthur, que dará uma palestra contando um pouco de sua trajetória aos novatos, ao lado do capitão da Seleção Masculina, Fernando Pacheco, o Zeba.

Este ano, a CBHb já reuniu atletas das categorias masculinas Cadete, Juvenil e agora, Blumenau (SC) recebe até o próximo sábado (25), cerca de 120 jogadores nascidos nos anos de 1998 e 1999, sob o comando do técnico da Seleção Adulta, o espanhol Jordi Ribera. Nos próximos meses, o técnico da Seleção Feminina, o dinamarquês Morten Soubak, comandará duas edições com meninas de todo o País.

Os Correios são o patrocinador oficial do Handebol do Brasil, a ASICS é a marca oficial de material esportivo e a Penalty a fornecedora de bolas.

Photo&Grafia Comunicação
Fonte Photo&Grafia Comunicação 22/05/2013 ás 20h

Compartilhe

De aprendiz a espelho para os mais jovens, Arthur Patrianova vai a Acampamento de Handebol