Das universidades estaduais paulistas, só Unesp já aceitou programa de cotas de São Paulo

Fonte Agência Brasil 29/04/2013 às 20h

 

São Paulo – Das três universidades estaduais paulistas - Universidade Estadual Paulista (Unesp), Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – já aceitou o programa de cotas paulistas. O Conselho Universitário da Unesp deliberou ser favorável às metas de inclusão social do Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista (Pimesp), proposto pelo Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp) em parceria com o governo do estado. A decisão foi tomada na última quinta-feira (25).

O Pimesp estabelece que, ao menos, 50% das matrículas em cada curso e em cada turno das universidades públicas do estado deverão ser ocupadas por alunos que cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas. Dentro dessa meta, o percentual de negros, pardos e indígenas deverá ser também, no mínimo, 35%. As metas deverão ser atingidas ao longo de três anos a partir de 2014.

No entanto, o Conselho Universitário da Unesp não deliberou sobre as estratégias propostas pelo Pimesp para atingir as metas e a criação do Instituto Comunitário de Ensino Superior (Ices). Em parceria com a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), o Ices possibilitaria a oferta de cursos superiores sequenciais com duração de dois anos, que atenderiam a 40% do total das metas étnico-sociais. O conselho pediu mais informações ao Cruesp sobre a implantação do instituto.

A Universidade de São Paulo (USP) disse, por meio da assessoria de imprensa, que as unidades da universidade se manifestaram sobre o assunto na semana passada. No entanto, os posicionamentos estão sendo analisados na Pró-Reitoria de Graduação. “A análise será levada para o Conselho de Graduação (CoG) e, a partir daí, a deliberação do CoG será levada para a discussão no Conselho Universitário”.

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) disse, por meio da assessoria de imprensa, que o assunto está sendo discutido e que ainda não há uma decisão sobre o Pimesp.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 29/04/2013 ás 20h

Compartilhe

Das universidades estaduais paulistas, só Unesp já aceitou programa de cotas de São Paulo