Curso prepara técnicos

Fonte Ministério do Meio Ambiente* 10/05/2016 às h

Curso prepara técnicos

Outras Notícias

Sergipe realiza capacitação em processamento digital de imagens. Objetivo é facilitar realização do Cadastro Ambiental por pequenos produtores.

 

MARTA MORAES*

Nesta semana, de 9 a 13 de maio, técnicos da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) participam de curso de processamento digital de imagens, promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), com o apoio do Programa das Ações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).  O objetivo é facilitar a realização do cadastro Ambiental Rural (CAR) de pequenos produtores do estado.

Sergipe tem 49,49% da sua área passível de cadastro inscrita no CAR, o que corresponde a 733.702 hectares, de acordo com o Boletim Informativo do Serviço Florestal Brasileiro (SFB). Índice inferior, inclusive, ao geral da região: o Nordeste tem o menor percentual de área cadastrada, com 59,44%, enquanto o extrato Brasil possui 82% de área cadastrada. Na semana passada, o prazo para adesão ao CAR foi estendido até 5 de maio de 2017 para os pequenos produtores rurais e agricultores familiares.

Os 33 profissionais da Emdagro que participam do curso recebem as orientações de um especialista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) sobre o processamento das imagens. Os profissionais estão divididos em duas turmas. A primeira foi capacitada na semana passada (2 a 6/5), quando participaram técnicos dos escritórios locais da Emdagro dos municípios sergipanos de Carira, Poço Verde, Boquim, Simão Dias, Itabaianinha, Itabi, Porto da Folha, Gararu, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre, Lagarto Ribeirópolis e Riachão do Dantas.

GESTÃO AMBIENTAL

Segundo o diretor de Desenvolvimento Rural e de Combate à Desertificação do MMA, Francisco Campello, a iniciativa já é uma ação efetiva da agenda em Sergipe para uma gestão ambiental adequada que vem sendo promovida pelo MMA, juntamente com o governo do estado e com o apoio do PNUD, nas áreas suscetíveis à desertificação. Além disso, fortalece a agenda para implementar o CAR em Sergipe. “Com essa iniciativa, esperamos que 70% das propriedades rurais do estado possam ser inseridas no cadastro, fortalecendo as ações já desenvolvidas pelo Serviço Florestal Brasileiro”, destacou ele.

Para o coordenador de Ações Fundiárias da Emdagro, Idalton Antônio Martins, a regularização fundiária, quando faz o levantamento do perímetro dos imóveis, realiza o primeiro passo do CAR, ou seja, o momento de se conhecer o perímetro do imóvel. “Pegamos esse perímetro e sobrepomos para cima da imagem do satélite. A partir dessa imagem, e conhecendo qual é esse imóvel que você vai trabalhar, é possível definir os elementos que são necessários para a execução do Cadastro Ambiental Rural. É para isso que serve o curso de processamento digital de imagem”, explicou o coordenador.
 
* com informações da Comunicação Emdagro.

Ministério do Meio Ambiente*
Fonte Ministério do Meio Ambiente* 10/05/2016 ás h

Compartilhe

Curso prepara técnicos