Curso inédito sobre segurança de barragens conclui primeira turma

Fonte Ascom/ANA 13/03/2013 às 13h
Nesta semana a primeira turma do curso Segurança de Barragens, inédito no Brasil, concluiu a capacitação em Foz do Iguaçu (PR) com uma aula que incluiu uma visita técnica à Hidrelétrica de Itaipu. Os 32 alunos de 15 estados já atuam na fiscalização e em instituições empreendedoras de grande número de barragens. O curso é oferecido pelo projeto Água – Conhecimento para Gestão, que é uma parceria entre a Agência Nacional de Águas (ANA), a Itaipu Binacional e a Fundação Parque Tecnológico de Itaipu (FPTI). Em 8 de abril uma nova turma, com mais 30 alunos, iniciará a capacitação.
 
O curso visa a minimizar os riscos de acidentes, já que o Brasil possui barragens importantes com relação a altura, extensão, capacidade do vertedouro e potência instalada, dentre outros aspectos. De acordo com a superintendente de Fiscalização da ANA, Flávia de Barros, que participou do encerramento, a capacitação cumpriu seu objetivo de capacitar profissionais de órgãos gestores estaduais e da própria Agência. “Para os alunos do curso com certeza foi uma oportunidade de aprendizado e para a sociedade civil estes alunos e profissionais, agora mais capacitados, poderão minimizar os riscos de acidentes com barragens”, afirmou.
 
Segundo o diretor técnico da FPTI, Claudio Osako, “para a Itaipu [o curso] foi um ativo de conhecimento, uma oportunidade de capacitar os novos engenheiros, uma forma de emancipar entre os alunos uma rede de contatos, além de uma possibilidade de se antecipar na legislação de segurança de barragens”, destacou.
 
O curso Segurança de Barragens tem uma duração de 320 horas em caráter semipresencial. Parte do conteúdo foi transmitido a distância e também houve aulas presenciais em Foz do Iguaçu (PR), Brasília (DF), Rosana (SP), Fortaleza (CE) e Belo Horizonte (MG). Em cada cidade as atividades de campo foram programadas para que os alunos percebessem, de acordo com o tipo de barramento, como analisar criticamente relatórios e pareceres técnicos de inspeção de barragens tendo em vista a nova Política Nacional de Segurança de Barragens (Lei nº 12.334/2010). Além da aplicação prática dos conteúdos vistos na etapa a distância, as aulas também consideraram a fiscalização, a implantação e a gestão do Sistema Nacional de Informações sobre Segurança de Barragens (SNISB).
 
O Projeto
 
O projeto Água – Conhecimento para Gestão é um convênio entre a ANA, a FPTI e a Itaipu Binacional. O objetivo da iniciativa é desenvolver ações de comunicação, difusão, mobilização social, capacitação e educação para a gestão de recursos hídricos no Brasil e demais países da América Latina. São 24 cursos de capacitação complementar, além de ferramentas de educomunicação que atingirão 300 mil pessoas até julho de 2014.
 
Ascom/ANA
Fonte Ascom/ANA 13/03/2013 ás 13h

Compartilhe

Curso inédito sobre segurança de barragens conclui primeira turma