Curso de Economia recebe nota máxima do MEC

Fonte UnB Agência 13/05/2012 às 21h

Curso de Economia recebe nota máxima do MEC

Também avaliada, a graduação em Audiovisual obteve nota 4, apenas um nível abaixo da avaliação da Economia. Outros 30 cursos da UnB devem ser avaliados ainda este ano.

 graduação em Ciências Econômicas da Universidade de Brasília recebeu nota máxima na avaliação do Ministério da Educação. A nota 5 é resultado do desempenho dos alunos no Exame Nacional de Cursos (Enade) e à análise documental e do projeto político-pedagógico do curso. “A combinação desses itens teve um conceito tão elevado que sequer foi necessária a visita in loco de uma comissão do MEC”, comemorou Sérgio Freitas, diretor de Graduação da UnB. Também avaliado, o curso de Audivisual, da Faculdade de Comunicação, recebeu nota 4. Sérgio Freitas estima que outros 30 cursos da UnB sejam avaliados pelo MEC em 2012.

Segundo a professora Adriana Amado, coordenadora da graduação em Economia, o departamento sempre foi avaliado com a nota máxima desde a época do provão. “Era uma tendência histórica. Seguimos o currículo proposto pelo MEC e suas diretrizes. Seria uma surpresa se não obtivéssemos a nota 5”, disse.

Ela atribui o êxito do curso à experiência dos professores, ao incentivo à pesquisa e à qualidade dos alunos. “Nosso quadro de docentes está sendo renovado aos poucos, mas mantendo o excelente nível. Além disso, nossos alunos chamam a atenção por sua competência”, finalizou.

COMUNICAÇÃO – O curso de Audiovisual, da Faculdade de Comunicação, recebeu nota 4 do MEC. Como foi analisado pela primeira vez, uma comissão do MEC formada por dois especialistas visitou as instalações do curso na última semana. Os outros dois cursos da FAC, avaliados no ano passado, Publicidade e Jornalismo, receberam as notas 4 e 5, respectivamente.

O diretor da FAC, David Renault, disse que está sendo avaliada a possibilidade de apresentação de um recurso sobre a nota do Audiovisual. A equipe da FAC tem 60 dias para encaminhar o pedido. “Apesar de ser o curso mais novo da FAC, a princípio achávamos que poderia ter nota máxima, pelo quadro que possui, pelas condições de ensino e pelos equipamentos de que dispõe”, avaliou o diretor. “A comissão pode ter cometido algum equívoco. Se concluirmos que isso ocorreu, apresentaremos uma defesa e buscaremos a nota 5”, afirmou.


UnB Agência
Fonte UnB Agência 13/05/2012 ás 21h

Compartilhe

Curso de Economia recebe nota máxima do MEC