Cuba quer ampliação de novos modelos de gestão

Fonte Ansa flash 27/03/2013 às 11h

O vice-presidente cubano, Marino Murillo, que supervisa as mudanças econômicas no país, expôs a "necessidade" de expandir estes "novos modelos"

HAVANA, 27 MAR (ANSA) - O governo de Cuba pediu hoje a "aceleração" da ampliação do mercado interno dos novos modelos de gestão econômica, liderado pelo setor privado.

O vice-presidente do país, Marino Murillo, que supervisa as mudanças econômicas no país, expôs a "necessidade" de expandir estes "novos modelos" a "outras atividades gastronômicas e de serviços" durante uma reunião do Ministério de Comércio Interior, como publicou a imprensa oficial.

Murillo destacou que "existem deficiências que precisam ser superadas imediatamente no processo que conduz a uma maior eficiência e produtividade na economia cubana".

Desde que assumiu o poder, em 2008, o presidente Raúl Castro tem promovido mudanças para atualizar o sistema econômico da ilha. Já existem 400 mil trabalhadores privados e aproximadamente 170 mil agricultores em Cuba.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 27/03/2013 ás 11h

Compartilhe

Cuba quer ampliação de novos modelos de gestão