Criminosos extorquem famílias com golpe da vacina contra a gripe A

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
A Procuradoria da Cidade do México investiga uma quadrilha que está aplicando um novo golpe, ofertando por telefone doses da vacina contra a gripe A (H1N1), segundo divulgou a agência de notícias estatal Notimex.

Investigadores da Procuradoria da capital mexicana descobriram a nova e crescente modalidade utilizada por criminosos para enganar e extorquir famílias com a suposta distribuição de vacinas contra o vírus da nova gripe.

De acordo com o governo local, os criminosos telefonam para as vítimas fazendo passar-se por funcionários do governo federal ou do estado e informam que estão realizando uma campanha de vacinação.

O primeiro passo do golpe é obter informações sobre os integrantes da família -- seus nomes, idades, níveis escolares, nível socioeconômico e outros dados.

Com os dados em mãos, os criminosos solicitam o depósito de uma quantia em dinheiro em uma conta bancária para cobrir supostamente o custo da vacina.

Segundo informou na última semana o ministro da Saúde mexicano, José Angel Córdova, o país deve receber os primeiros lotes da vacina em dezembro.

Espera-se que até o fim do ano sejam disponibilizadas cinco milhões de doses, número que impossibilitará a imunização de toda a população exposta. Portanto, de acordo com o ministro, serao vacinados primeiros os mais "vulneráveis".

O México, país que registrou o primeiro caso da gripe A, enfrentou graves problemas com a epidemia da doença, que fragilizou ainda mais a economia já abalada pela crise econômica mundial. De acordo com o último relatório do Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC), divulgado hoje, até o momento 255 pessoas morreram no país em decorrência do vírus A (H1N1).
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Criminosos extorquem famílias com golpe da vacina contra a gripe A