CPMI da Violência contra a Mulher ouve secretários de Alagoas

Fonte Agência Câmara de Notícias 01/06/2012 às 9h

 

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Violência contra a Mulher no Brasil ouve hoje autoridades de Alagoas sobre o tema. De acordo com levantamento do Instituto Sangari, esse estado é o segundo no País em número de homicídios de mulheres. São 8,3 assassinatos a cada grupo de cem mil mulheres. No topo dessa lista está o Espírito Santo.

Foram convidados para o debate de hoje o secretário de Saúde, Alexandre de Melo Toledo; o secretário de Defesa Social, Dário César Barros Cavalcante; a secretária da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, Kátia Born; o presidente do Tribunal de Justiça do estado, desembargador Sebastião Costa Filho; o e defensor público-geral de Alagoas, Eduardo Antônio de Campos Lopes.

A reunião será realizada na Assembleia Legislativa de Alagoas a partir das 14 horas.

De acordo com a secretaria da CPMI, a Lei Maria da Penha não vem sendo aplicada em sua plenitude nos estados e os parlamentares querem saber dos secretários porque isto está acontecendo.

A CPMI já visitou os estados de Pernambuco, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Espírito Santo.

Agência Câmara de Notícias
Fonte Agência Câmara de Notícias 01/06/2012 ás 9h

Compartilhe

CPMI da Violência contra a Mulher ouve secretários de Alagoas