Coreia do Sul recusa indicação da Coreia do Norte de retomar negociações

Fonte Agência Brasil* 27/05/2013 às 9h

 

Brasília – O Ministério da Unificação da Coreia do Sul informou hoje (27) que o governo sul-coreano rejeitou uma aparente proposta de diálogo da Coreia do Norte sobre o desarmamento nuclear. "As ações são mais importantes do que as palavras", disse o porta-voz do Ministério da Unificação sul-coreano, Kim Hyung-Seok, referindo-se à carta enviada pelo presidente norte-coreano, Kim Jong-un, ao presidente da China, Xi Jinping.

Pelas informações divulgadas na China, Kim Jong-un disse que gostaria de retomar as negociações, das quais participam as duas Coreias, os Estados Unidos, a Rússia, o Japão e a China, sobre o programa nuclear norte-coreano. A Coreia do Sul considera o gesto apenas uma tentativa da Coreia do Norte de tranquilizar a China.

A reação do líder norte-coreano ocorre no momento em que há a ameaça de uma guerra nuclear na Península Coreana, que pode atingir os países vizinhos, como a Coreia do Sul,o Japão, a China e territórios dos Estados Unidos. Os norte-americanos e os sul-coreanos exigem um gesto de boa vontade por parte da Coreia do Norte.

A China é o principal aliado da Coreia do Norte, mas as relações bilaterais enfrentam um clima de tensão. A China votou, na Organização das Nações Unidas (ONU), em favor do reforço das sanções contra os norte-coreanos, depois dos testes nucleares.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 27/05/2013 ás 9h

Compartilhe

Coreia do Sul recusa indicação da Coreia do Norte de retomar negociações