Coreia do Sul apela à vizinha Coreia do Norte para reabrir parque industrial

Fonte Agência Brasil* 25/04/2013 às 9h

Brasília – O governo da Coreia do Sul propôs hoje (25) às autoridades da Coreia do Norte a busca de um acordo para a reabertura do complexo industrial conjunto de Kaesong. O parque industrial está com as atividades suspensas há três semanas. Segundo os sul-coreanos, sem acordo, medidas austeras serão adotadas contra a Coreia do Norte.

“Nós propusemos oficialmente negociações entre os nossos dois governos”, disse a porta-voz do Ministério da Unificação, Kim Hyung-Seok. "Se a Coreia do Norte recusar as negociações, teremos de decidir medidas sérias [em 24 horas]”, acrescentou. Ontem (24), o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, convidou a Coreia do Norte a “levar a sério” a oferta de diálogo do Sul, formulada nos últimos dias, a propósito do futuro do complexo.

No último dia 3, a Coreia do Norte proibiu o acesso dos trabalhadores sul-coreanos ao complexo industrial no seu território. Em seguida, retirou os 53 mil trabalhadores norte-coreanos que trabalhavam nas 123 fábricas sul-coreanas. A Coreia do Sul tinha cerca de 850 empregados em Kaesong. Apenas 176 continuam atualmente no local.

A iniciativa dos norte-coreanos ocorre no momento em que o governo do país ameaça deflagrar uma guerra nuclear na Península Coreana. A guerra pode atingir a Coreia do Sul, o Japão e territórios dos Estados Unidos, como o Havaí.

O complexo de Kaesong é o único projeto comum de reconciliação entre as duas Coreias, depois do congelamento das relações bilaterais em 2010. O projeto de cooperação econômica foi aberto em 2004. Em 2012, Kaesong gerou um volume de negócios de US$ 469,5 milhões.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 25/04/2013 ás 9h

Compartilhe

Coreia do Sul apela à vizinha Coreia do Norte para reabrir parque industrial