Coreia do Norte suspende comunicação militar com Seul

Fonte Ansa flash 27/03/2013 às 11h

Pyongyang decidiu cancelar o armistício de 1953 com a Coreia do Sul por causa dos exercícios militares conjuntos de Seul com os Estados Unidos

TÓQUIO, 27 MAR (ANSA) - A Coreia do Norte advertiu hoje a Coreia do Sul sobre sua decisão de suspender "qualquer linha de comunicação militar", após dar fim ao contato político através do "telefone vermelho", em meio ao aumento de tensão na península.

A informação foi divulgada pela agência de noticia oficial norte-coreana Kcna, segundo a qual "uma guerra [pode acontecer] a qualquer momento".

Pyongyang decidiu cancelar o armistício de 1953 com a Coreia do Sul por causa dos exercícios militares conjuntos de Seul e os Estados Unidos, realizados entre 11 e 21 de março, e voltou a fazer ameaças ontem.

"O comando supremo do Exército Popular coreano solenemente declarou que a partir de agora todas as comunicações com Seul serão cortadas", informou a agência, que citou um alto oficial militar.

Ele advertiu que "por causa das ações desconsideradas dos inimigos, as comunicações, instituídas para o diálogo e a cooperação, perderam significado".

A notificação foi realizada por Pyongyang a Seul esta manhã dado que, segundo o informe, "em uma situação na qual a guerra pode acontecer a qualquer momento, não é mais necessário manter este tipo de comunicação".

O Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte convocou uma reunião plenária do Comitê Central para decidir "uma questão importante", informou a Kcna.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 27/03/2013 ás 11h

Compartilhe

Coreia do Norte suspende comunicação militar com Seul