Coreia do Norte nomeia novo ministro de Segurança em meio a ameaças nucleares

Fonte Agência Brasil* 01/04/2013 às 8h

 

Brasília – Em meio às ameaças de revides nucleares, que podem atingir os países vizinhos e chegar aos Estados Unidos, o governo da Coreia do Norte nomeou o novo ministro de Segurança, Choi Bu-il, que é considerado homem de confiança do presidente Kim Jong-un. A escolha ocorreu em fevereiro, mas apenas hoje (1º) houve o anúncio. A Coreia do Norte é considerada um dos países mais isolados do mundo.

Choi Bu-il substitui o general Ri Myong-su. “A nomeação faz parte dos atuais esforços de Kim [Jong-un] de consolidar o seu poder ao designar pessoas de confiança para lugares-chave e substituir aqueles que serviram ao seu pai”, avaliou a agência oficial da Coreia do Sul, Yonhap.

O novo ministro, de 69 anos, é oficial militar de carreira, graduado pela Universidade Kim Il-sung. Foi vice-chefe do Estado-Maior do Exército Popular norte-coreano. É general desde setembro de 2010, quando o regime Kim Jong-un assumiu o poder em substituição ao do pai, Kim Jong-il, que havia morrido.

O anúncio do nome do novo ministro ocorre no mesmo dia em que o Parlamento promove uma reunião que discutirá uma série de decisões políticas. Ontem (31), houve sessão plenária do Partido dos Trabalhadores, na qual Kim Jong-un confirmou a estratégia política baseada no progresso da economia e no desenvolvimento de armas nucleares.

Do lado da Coreia do Sul, a presidenta sul-coreana, Park Geun-hye, disse hoje (1º) que pretende reagir às ameaças do país vizinho e que leva "muito a sério" as indicações do norte-coreano Kim Jong-un. "Se houver alguma provocação contra a Coreia do Sul e seu povo, deve haver uma resposta forte na forma de um combate, sem qualquer consideração política".

Em meio à crescente tensão na Península Coreana, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, prometeu fortalecer o programa nuclear do país. O norte-coreano anunciou a intenção de desenvolver um reator de água leve, como parte de uma indústria de energia nuclear autossuficiente, para atenuar a escassez de eletricidade. Segundo Kim Jong-un, o desenvolvimento de tecnologia espacial será acelerado, com a previsão de lançamentos de satélites mais avançados.

*Com informações da BBC Brasil e da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 01/04/2013 ás 8h

Compartilhe

Coreia do Norte nomeia novo ministro de Segurança em meio a ameaças nucleares