Coreia do Norte ameaça fechar complexo industrial com empresas sul-coreanas

Fonte Agência Lusa 30/03/2013 às 10h

Brasília – A Coreia do Norte ameaçou hoje (30) fechar o complexo industrial binacional que mantém com a Coreia do Sul na cidade norte-coreana de Kaesong, após a o país ter declarado “estado de guerra” com o seu vizinho do sul aumentando a tensão entre os dois países. A notícia foi publicada pela agência pública de notícias norte-coreano Korean Central News Agency (KCNA).

A ameaça da empresa pública norte-coreana responsável pelo complexo, localizado a 10 quilômetros a norte da fronteira entre as duas Coreias, surge depois do governo da Coreia do Norte anunciar na quarta-feira (20) que iria cortar a última linha direta com Seul (Coreia do Sul).

"Estamos preparados para fechar o complexo industrial se a Coreia do Sul tentar danificar a nossa dignidade nem que seja só um pouquinho", disse a empresa norte-coreana em um comunicado divulgado pela agência KCNA.

O Parque Industrial de Kaesong, que tem um volume de negócios de cerca de 1,5 mil milhões de euros, abriu em 2004 para simbolizar a reconciliação das duas Coreias e tem funcionado continuamente, apesar das repetidas crises entre os dois países. Trabalham no complexo 50 mil norte-coreanos e 123 empresas sul-coreanas têm sede no parque industrial.

Kaesong foi escolhido para combinar a tecnologia e experiência da Coreia do Sul com a gestão a baixo custo da Coreia do Norte e é uma zona teoricamente desmilitarizada, mas fortemente armada e vigiada.

Agência Lusa
Fonte Agência Lusa 30/03/2013 ás 10h

Compartilhe

Coreia do Norte ameaça fechar complexo industrial com empresas sul-coreanas