Consumo excessivo de chocolate pode ser prejudicial à saúde dos dentes

Fonte Facto Jornalismo Empresarial 23/03/2013 às 15h

 

Páscoa! É nesta época que o chocolate ganha novos sabores, formatos e tamanhos atraindo a atenção da criançada e dos adultos. Porém, é importante não descuidar da higiene bucal.

 

Para se ter uma ideia de que a cárie continua sendo o principal problema de saúde bucal dos brasileiros, uma pesquisa levantada pelo SESC/RS fez a inspeção dentária em alunos da rede de ensino público do Rio Grande do Sul e constatou um índice alarmante nos casos de problemas com os dentes. 50% das crianças possuiam alguma adversidade bucal, sendo a cárie a mais preocupante.
Para o Dr. Normando Scarabotto, cirurgião dentista, expoente em estética e saúde bucal, é importante investir na escovação para garantir a saúde e beleza dos dentes. O que parece um ato simples necessita de orientação e técnica para alcançar resultados efetivos, até mesmo para impedir que através da boca - dentes e gengivas - se estabeleça um caminho de entrada para contaminações e infecções. "Escovar os dentes de forma correta leva no mínimo 5 minutos, sem usar a força para não machucar a gengiva e provocar sangramentos", alerta o dentista.

 

 

Durante a Páscoa, esses cuidados devem ser redobrados. Quanto à frequência do consumo de doces existe uma formula bem simples: “É melhor comer 3kg de chocolate em 1 hora do que 3 bombons divididos ao longo do dia”, relata Scarabotto.

Isso acontece devido à variação do nível de acidez da boca, ou seja, quando se come doces em determinada hora, a saliva consegue devolver um nível normal de acidez bucal e mantém-se assim o resto do dia. Por isso, é importante não repetir a ingestão de chocolate.

Mas, para quem tem o hábito de comer uma bala (tomar café adoçado, bolacha doce etc.) a cada 20 minutos, o nível de acidez é mantido constantemente alto, o que estimula a produção de ácidos pelas bactérias, enfraquece o esmalte dental e aumenta consideravelmente o risco de cárie.

Uma outra dica é comer o chocolate logo após as refeições principais e escovar os dentes até 15 minutos depois. Após as refeições, a placa bacteriana começa a agir em 15 minutos. Se dentro desse tempo, o alimento não for retirado dos dentes, as bactérias começam a produzir o ácido que vai atacar diretamente o dente e o açúcar é o substrato que elas procuram.

“Evitar comer chocolate e doce antes de dormir é fundamental, já que o fluxo salivar que ajuda na limpeza diminui durante o sono”, explica o Dr. Normando. Os chocólatras devem dar preferência aos chocolates meio amargo e ao leite, que têm menos açúcar do que os brancos. Evitar os recheados com caramelo, brigadeiro e crocantes que grudam nos dentes e são mais difíceis de remover, principalmente para os que usam aparelho ortodôntico.

Portanto, o que deve prevalecer é o bom senso, uma vez que o chocolate também proporciona benefícios ao organismo. O cacau tem alto poder oxidante e ao estimular a produção do neurotransmissor feniletilamina, combate a insônia e dá a sensação de bem-estar.

 

Espaço Cinco Minutos

Dr. Normando Scarabotto

Cirurgião-dentista, expoente em Estética e Saúde Bucal

Endereço: Av. Queiroz Filho, 1.700, 7o. andar, cj. 704 – Torre D

Vila Hamburguesa - São Paulo – SP

Tels.: 5102-2101 / 5102-2319

Email: normando@cincominutos.com.br

Site: www.cincominutos.com.br

Facto Jornalismo Empresarial
Fonte Facto Jornalismo Empresarial 23/03/2013 ás 15h

Compartilhe

Consumo excessivo de chocolate pode ser prejudicial à saúde dos dentes